Cezar da Luz
120 ARTIGOS
Cezar da Luz é gaúcho de São Gabriel, aquerenciado há 40 anos em Chapecó. Na imprensa é colunista do Diário do Iguaçu/Folha de Chapecó e há 16 anos apresenta o programa Chama Nativa na Rádio Super Condá Am 610. Também é pesquisador e palestrante da história e cultura gaúcha.

31 anos do CTG Coxilha do Quero-Quero: “Entre o céu e a terra... Sempre guardiões dos portais da tradição”

Hoje, 04 de dezembro é um dia especial para nossa tradição gaúcha. O CTG Coxilha do Quero-Quero de Chapecó-SC está completando 31 anos de história com muita tradição. Parabenizo o patrão Irton Neuhaus e sua prenda Daiane, ex-patrões e todas as pessoas que nestes 31 anos, dedicaram-se para que o Quero-Quero, bem representasse Chapecó e Santa Catarina, por todos os rincões do país.

Trago o “Quero-Quero” no coração! Fui patrão em 1998, sendo xiru das falas há 20 anos consecutivos. Que o Patrão Celestial proteja e permita a todos seguirem cultuando a tradição, valorizando as raízes e contribuindo no aprimoramento do caráter dos seus associados.

Quero-Quero na história

No princípio chamado de Grupo Nativista Quero-Quero, idealizado por Alcides Dias – O Grupo de Artes Nativas Quero-Quero, de Chapecó (SC) – foi criado dia 4 de dezembro de 1987, no auditório da Rádio Chapecó. Dia 10 de dezembro de 1987, com o lema: “Entre o céu e a terra... Sempre guardiões dos portais da tradição” (autoria de André Luis Lajus). Dia 20 de janeiro de 1988, o grupo conquistou seu primeiro galpão, junto ao Parque Tancredo de Almeida Neves –No dia 2 de dezembro de 2000, na gestão do patrão Oenes Neckel de Menezes, foi inaugurada a nova sede – onde foi construído o atual e sonhado galpão do grupo, que fica em localização privilegiada, na rua Sete de Setembro, no bairro Presidente Médici.

O patrão Pedro Benelli foi um dos principais incentivadores das atividades campeiras – que se intensificaram significativamente. Devido a isto, a partir de 2005, na patronagem de Valderi Tonin, o Grupo de Artes Nativas Quero-Quero passou a se chamar Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Coxilha do Quero-Quero (nome sugerido por Selio Hack).


Patrão Irton e a Prenda Darlene


DEIXE SEU COMENTÁRIO