Cezar da Luz
136 ARTIGOS
Cezar da Luz é gaúcho de São Gabriel, aquerenciado há 40 anos em Chapecó. Na imprensa é colunista do Diário do Iguaçu/Folha de Chapecó e há 16 anos apresenta o programa Chama Nativa na Rádio Super Condá Am 610. Também é pesquisador e palestrante da história e cultura gaúcha.

Cavalgada do Mar valorizou nossas raízes culturais

A 35ª edição da Cavalgada do Mar, que começou no dia 23 de fevereiro em Dunas Altas, Distrito de Palmares do Sul, encerrou no último sábado (02), em Torres. Além do percurso de aproximadamente 300 quilômetros no litoral gaúcho, a 35ª edição contou com apresentação de shows e tertúlias. Os aspectos culturais foram bem valorizados. Com a promoção Instituto Cultural Cavalgada do Mar- ICCMAR e Piquete da OAB/RS, foi realizada 35 Cavalgada do Mar em Poesia. O tema foi Tradicionalista Paixão Côrtes.

O chapecoense, Ex-Patrão do CTG Coxilha do Quero-Quero, Pedro Benelli, participou do evento que é considerado uma das celebrações mais tradicionais do Rio Grande do Sul. Pedro Benelli, Chapecó-SC, fez parte do Piquete com Matheus Salami, (04 anos) filho do Thiago Salami- Sarandi-RS, Jose krewer, Cerro Largo- RS, Conrado de Mattos, Santa Rosa- RS, Alexandre Chiarello, Xanxerê- SC, Osmar Behm, Constantina- RS. Apoio: Rafael Gomes e Thiago Salami, de Sarandi. Eles formam um grupo de amigos que participaram da Cavalgada do Sicredi e se reuniram para participar da 35ª Cavalgada do Mar.

O evento contou com mais de cinco mil cavalarianos (do RS, SC, SP, MG e PB) revezando-se em cerca de 1.500 animais. A Cavalgada seguiu o roteiro: 23/02 Dunas Altas a Pinhal, 24/02 Pinhal a Cidreira, 25/02 Cidreira a Tramandaí, 26/02 Tramandaí a Imbé, 27/02 descanso em Imbé, 28/02 Imbé a Capão da Canoa, 01/03 Capão da Canoa a Arroio do Sal, 02/03 Arroio do Sal a Torres.

Parabéns a gauchada que revive a história sulina, feita a pata de cavalo. Assim, no lombo do cavalo, nas paradas para o descanso e nas tertúlias vão fortalecendo nossa tradição gaúcha.











DEIXE SEU COMENTÁRIO