Rodrigo Goulart
1286 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Chapecoense é a nossa praia

Começamos a semana em alto astral, aliviados com a permanência da Chapecoense na Série A do campeonato brasileiro. Segundo frase atribuída pelo Wikipédia ao ex-técnico italiano Arrigo Sacchi, “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”. A qualidade de vida em uma comunidade depende do bom funcionamento de outros setores, como saúde, educação e segurança pública. Porém, uma conquista do seu time do coração torna o dia mais agradável, eleva a autoestima.

Na segunda (3) e na terça (4), e acredito que será assim nos próximos dias ou até semanas, o torcedor verde-branco estava com o sorriso “de orelha a orelha”, devido à vitória sobre o São Paulo, no domingo (2), que livrou o clube do Oeste catarinense do rebaixamento. A Chape é o orgulho da cidade e da nossa região. Ficamos mais tranquilinhos depois de grandes triunfos em campo, combinadas a atuações convincentes. O clima se torna mais leve, a negatividade vai para o espaço.

Imagino o estresse que seria a movimentação pós-jogo na Arena Condá se o Verdão tivesse caído. Meu pai! Vaias, protestos, talvez algumas situações mais graves. Chapecó estaria murcha agora. A Chapecoense é a nossa praia, o nosso lazer e uma paixão. Que fique por muitos e muitos anos na elite.

DEIXE SEU COMENTÁRIO