Rodrigo Goulart
1351 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Negociações! Detalhes sobre amistosos da Chape com Man. United, Nantes e Torino

Os amistosos internacionais da Chapecoense para esta temporada estão amadurecendo. Conversei nesta terça-feira (12) com o presidente Plínio David De Nes Filho, que falou sobre o estágio atual das negociações. O clube do Oeste catarinense planeja jogos contra Manchester United, Nantes e Torino.

O acerto mais próximo é com o Manchester United, da Inglaterra. As conversas são intermediadas pelo ex-zagueiro da seleção brasileira Aldair, que recentemente veio a Chapecó. Neste duelo, estarão em campo as camisas de Chape e Manchester, mas os jogadores atuais não. Como disse Maninho De Nes, será uma partida entre “legendas”.

A equipe inglesa vai ser representada por ex-atletas seus, enquanto o Verdão também terá ex-jogadores, principalmente convidados. É um duelo que não precisa ocorrer em Data Fifa, facilitando a realização. Em breve, Maninho deverá ser chamado para viajar à Europa e dar andamento as tratativas.

Em relação ao confronto com o Torino, a ideia da Chape é a Arena Condá servir de palco. As duas equipes já se enfrentaram em 2018 na Itália. Existe uma pré-disposição das duas agremiações, mas só poderá acontecer em Data Fifa. O Brasileirão sofrerá uma pausa no meio do ano, o que facilitaria a promoção do encontro. Porém, infelizmente, não facilita.

Maninho explica que não é possível jogar nesse período por estar reservado para a Copa América. Se fosse em outro continente, sem problema. A prioridade segue sendo Chapecó. Diante disso, o dirigente comenta ainda que a Chapecoense vai procurar parceiros para viabilizar o amistoso. Um acordo com a Suzuki, que patrocina o Torino, é uma possibilidade.

Por fim, a direção verde-branca iniciou uma conversação para fazer um encontro amigável com o Nantes, em princípio, na França. O jogo seria em homenagem ao atacante argentino Emiliano Sala, que jogava no grupo francês e morreu em acidente aéreo neste ano.

Vale lembrar que Chapecoense, Manchester United e Torino se cruzaram pelo destino. Os três clubes sofreram com tragédias aéreas, a mais recente à do Verdão, em 2016. Os desastres dos italianos e dos ingleses foram em 1949 e 1958, respectivamente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO