Rodrigo Goulart
1269 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Número mágico do Brasileirão aumenta. Chapecoense precisaria de mais 10 pontos

- Publicidade -
 

A linha de corte do Brasileirão é volátil. Antes da 32ª rodada, ela estava em 43 pontos, mas aumentou. Com a vitória do Sport por 1 a 0 sobre o Ceará, a marca necessária para escapar do rebaixamento passa a ser 44 pontos. O “número mágico” cairia para 42 se o Leão pernambucano não tivesse vencido.

Enfim, a Chapecoense precisa, na situação atual, de 10 pontos em 18 possíveis, ou seja, três vitórias e um empate em seis confrontos. O Verdão fará três partidas na Arena Condá, diante de Botafogo, Sport e São Paulo e outras três fora de casa, contra Santos, Grêmio e Corinthians.

Vamos acreditar até o fim, no que pese o fraco futebol que a Chape vem apresentando. A nossa parte (torcer, mas sem esquecer-se de cobrar) vamos fazer. Os jogadores e a comissão técnica, não sei. E a diretoria? Fez isso, fez aquilo, mas não consegue “pilhar” o time.

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Viva Maninho! A eficiência de um trabalho bem feito é mostrada pelos resultados. Diretores de fora, gente que não é da gente, trouxeram decepções e desalento a nossa cidade. Nossa gente, gente de casa, como o Prefeito Buligon e muitos outros fizeram de tudo para criar uma situação favorável ao Verdão. Histórias mal contadas, quem sabe interesses escusos ou interesses particulares acima do Verdão, trouxeram a Chapecó e ao Oeste em geral muita tristeza, tristeza esta que atingiu todas as faixas etárias e torcedores de outros times que se acostumaram a dividir seus corações com o Verdão. Viva Maninho, você tirou a alegria das crianças que desfilavam com as camisas da Chapecoense pela cidade e região! Maninho, você é o Bicho Papão. OBS: Meu time do coração é o Santos, mas estarei torcendo que o Verdão vença, pois parte do meu coração é verde e não quero que vá para a Série B!

DEIXE SEU COMENTÁRIO