Animais vítimas de maus-tratos são resgatados em Chapecó

Três cães que eram mantidos presos e sem alimentação adequada foram resgatados na quarta-feira (5), em Chapecó

- Publicidade -
 

Uma ação conjunta entre protetores de animais, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e a Vigilância Sanitária de Chapecó terminou com o resgate de três cães vítimas de maus-tratos em Chapecó. A ocorrência foi na tarde da quarta-feira (5).

Protetores receberam denúncias de que uma pessoa mantinha animais fechados em locais muito pequenos, sem água ou comida. A PM, PMA e Vigilância foram informadas da situação e estiveram na casa, onde foram apreendidos os três cães extremamente debilitados.

“Já havíamos resgatado alguns animais naquele mesmo local em dezembro do ano passado, nas mesmas situações. Famintos, magros, doentes. Retiramos oito animais de lá e os que ficaram, a responsável se comprometeu em cuidar. Nós levávamos ração com frequência, até que um dia ela não aceitou mais ajuda”, conta Beatriz Buczkoski, uma das protetoras que acompanharam o caso.

No último fim de semana, o grupo recebeu novas denúncias de que a situação não havia mudado e acionaram a polícia. Na tarde da quarta-feira (5), equipes das polícias, acompanhadas da Vigilância Sanitária estiveram na casa e apreenderam três cães em situação grave. Eles foram encaminhados até a Clínica MedicalVet onde estão sendo avaliados e receberão tratamento veterinário. “Tinha pulga, carrapato, anemia, mas o principal é fome mesmo”, diz a protetora.

Beatriz destaca a ajuda recebida da Polícia Militar e Ambiental neste caso, em que as protetoras não conseguiam mais intervir. “O apoio do major Ademir Barcarollo e também do tenente coronel Jorge Luiz Haack e a equipe da PMA, que atendeu nosso pedido e nos ajudaram nesse caso”, destaca.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, os animais foram encontrados desnutridos, recolhidos e levados para tratamento veterinário. Após receberem os laudos da veterinária da Vigilância Sanitária de Chapecó, deve ser feito um Auto de Constatação dos maus-tratos e o fato encaminhado ao Ministério Público.

 

Como ajudar

 

Agora, os animais estão recebendo atendimento, mas as protetoras precisam de ajuda para custear os gastos com os medicamentos e tratamento desses cães. Quem puder contribuir, pode deixar as doações diretamente na clínica MedicalVet, ou ainda entrar em contato com as protetoras pelo telefone 99152-8899. Assim que tiverem recuperados, eles serão encaminhados para a adoção.

 

Encaminhamentos para Assistência Social

A equipe da Vigilância Sanitária acompanhou a ocorrência e, segundo nota da Prefeitura de Chapecó, a demanda será repassada para a equipe da Assistência Social da cidade para fazer os atendimentos à família onde os animais foram resgatados. 



Foto: Arquivo Pessoal



Foto: Arquivo Pessoal

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escola ensina os numerais de forma divertida em Chapecó
Caixa antecipa pagamento da 3ª fase do calendário das cotas do PIS
PM de Chapecó procura dono de teclado suspeito de ser objeto de furto
Equipe de robótica de Chapecó disputa torneio no Maranhão
Homem fica gravemente ferido ao ser atropelado em Iraceminha
PM de Chapecó recebe viatura nova
Idosa com AVC hemorrágico é transferida para Chapecó
15 mil pessoas são esperadas para o Natal Luzes, em São Domingos
Motociclista atropela cachorro na BR-282 em Chapecó
Rede Quero-Quero traz grupo Os Serranos a Chapecó