Anunciado, Rildo treina como titular e aguarda nome no BID para estrear na Chape

Atacante é o único dos últimos contratados que deve jogar pelo clube contra o Joinville, domingo (17), na Arena Condá, pelo Catarinense

Os quatro reforços contratados pela Chapecoense nas últimas semanas já estão no clube. Destes, o único que deverá jogar contra o Joinville, neste domingo (17), às 18h, na Arena Condá, pela 13ª rodada da Série A do futebol catarinense, é o atacante Rildo.

O ex-jogador do Vasco treina como titular, mas o seu nome ser publicado ainda nesta sexta-feira (15) no BID da CBF. Ele chegou a Chapecó ainda no dia 6, mas foi anunciado de forma oficial apenas nesta quinta (14). A primeira entrevista coletiva de Rildo será nesta sexta (15), às 14h30, na sala de imprensa do estádio.

O lateral direito Eduardo cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Recém-contratados pela Chape, Marcos Vinícius meia e Thiago Santos estão entregues ao departamento médico, enquanto Gum aprimora a parte física. Rafael Pereira está de volta após ser poupado no último jogo.

O técnico Claudinei Oliveira começou a encaminhar o time do Oeste com João Ricardo; Marcos Vinícius, Rafael Pereira, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Gustavo Campanharo; Lourency, Everaldo e Rildo. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense vence o Cruzeiro em Belo Horizonte
Chapecoense finaliza preparação e terá mudanças para encarar o Cruzeiro
Chapecoense encara uma pedreira atrás da outra até a parada do Brasileirão. Veja!
Mau tempo atrapalha preparação e viagem da Chapecoense para enfrentar o Cruzeiro
Chape deve ter estreia de Arthur Gomes entre os 11 e volta de dois titulares contra o Cruzeiro
Grupo forte mostra a cara nas derrotas, diz zagueiro da Chapecoense Rafael Pereira
4 pontos em 5 jogos: Chapecoense tem pior largada no Brasileirão desde 2015
Recém-contratado, Renato Kayser faz gol em jogo-treino da Chapecoense contra o Concórdia
Chape inicia preparação com expectativa de ter reforço de Campanharo contra o Cruzeiro
Não fui bem no jogo, afirma técnico da Chape. Ney Franco diz entender vaias do torcedor