Apodi recebe proposta, deve deixar a Chapecoense e não encara o América-MG

Lateral direito negocia transferência para o futebol do exterior. Guilherme e Vinícius também não viajaram para Minas Gerais

O lateral direito Apodi negocia transferência para fora do Brasil e não viajou com a delegação para Belo Horizonte. A informação é da própria Chapecoense. O clube do Oeste catarinense enfrenta o América-MG, nesta quarta-feira (13), na Arena Independência, pela 12ª rodada da Série A do futebol brasileiro, a última antes da parada para a Copa do Mundo da Rússia.

O Verdão não informou nem mesmo o País que deve ser o próximo destino de Apodi, que tem vínculo até o fim desta temporada e já poderia, por exemplo, assinar um pré-contrato com outra equipe. Ele participou das 11 rodadas e não pode mais defender outro time do Brasileirão. A negociação está em curso e, por isso, a agremiação preferiu preservar o jogador do confronto na capital mineira. Também não foi revelado se a Chape terá retorno financeiro se Apodi realmente sair.

Se a saída for confirmada, não será a primeira vez que Apodi jogará no exterior. O atleta de 31 anos vestiu a camisa de Tokyo Verdy, do Japão, em 2011, Querétaro e Delfines del Carmen, do México, de 2012 a 2013, Bastia, da França, em 2014, e Kuban Krasnodar, da Rússia, em 2016. Pela Chape, o ala disputou 138 jogos oficiais em 2015 e desde o início de 2017 e marcou cinco gols. Eduardo é quem assume a lateral direita.

Outros dois jogadores viraram desfalques da Chape para o duelo frente ao Coelho e não viajaram. O lateral esquerdo Vinícius Freitas apresentou dores no púbis e passará por exames médicos. O atacante Guilherme, por sua vez, sentiu um desconforto devido a uma pancada no treino de segunda (11) – antes da viagem – e será preservado. Os dois seriam opção no banco de reservas.

Se não bastasse, o técnico Gilson Kleina não contará com o atacante Arthur Caike. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 0 diante do Cruzeiro, no último sábado (9), em Chapecó, e está suspenso. O atacante Bruno Silva – se o 4-3-3 for mantido – e o volante Luiz Antônio – no caso de mudança para o 4-4-2 – são os mais cotados para ficar com a vaga na formação titular. A tendência é Kleina optar por Luiz Antônio.

O Verdão abriu quatro pontos de vantagem para o 17º colocado (Atlético-PR) e não corre o risco de entrar para o Z4 antes do recesso. A Chape aparece em 14º lugar com 13 pontos, a mesma pontuação do América-MG, que possui um triunfo a mais e ocupa a 13ª posição.

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Mas pra ser claro o torcedor devera ficar atualizado sobre afirma que o Apodi vai sair e que seja contratado urgente outro lateral melhor que ele!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Reservas da Chape levam duas bolas na trave e ficam no empate com o Metrô fora
Calendário cheio para o futebol feminino da Chapecoense
Começa o rodízio na Chapecoense. Reservas encaram o Metropolitano
Luciano Gusso valoriza entrega da Chape e projeta evolução da equipe
Avaí larga na liderança do Catarinense. Chape e Figueira dividem o 2º lugar
Wellington Paulista salva a Chapecoense! Vitória na estreia: 1 a 0
Nenén pendura chuteiras, vai trabalhar na base da Chape e terá jogo de despedida
Missão da Chape no Catarinense: buscar neste ano o que perdeu em 2018
Dois empates abrem o Catarinense. Primeira rodada termina nesta quinta
Rodízio de time, estreia, objetivo, contratações. Confira o que diz o técnico da Chape