Aprovado orçamento de R$ 1 bilhão para Prefeitura de Chapecó em 2019

Maioria dos vereadores de Chapecó votou para aprovar o projeto de lei que estabelece a previsão de arrecadação para o próximo ano

A Câmara de Vereadores de Chapecó aprovou, em segunda votação nesta terça-feira (4), o projeto de lei 213/18 que prevê a arrecadação da Prefeitura de Chapecó em 2019. Segundo projeções da administração, o orçamento para o ano será de mais de R$ 1 bilhão.

Por maioria dos votos, a previsão de orçamento foi aprovada. Foram contrários ao projeto de lei os vereadores Cleber Ceccon (PT), Cleiton Fossá (MDB), Derli Maier (MDB), Jatir Balbinot (PDT), Marcilei Vignatti (PT) e Neuri Mantelli (PRB).

Foram apresentadas 50 emendas dos vereadores Cleber Ceccon (PT), Cleiton Fossá (MDB) e Marcilei Vignatti (PT). Todas foram rejeitadas durante sessão realizada na segunda-feira (3) por maioria dos votos.

Últimas notícias

Matéria

O projeto pode ser acessado pela página da Câmara de Vereadores (www.cmc.sc.gov.br) na aba “Legislação” – “Projetos de Lei”. O documento tem quatro páginas e 23 artigos que regram a forma como a arrecadação pode ser conduzida.

O 2º artigo contempla o valor previsto para a arrecadação: “O Orçamento da Administração Direta e Indireta para o exercício financeiro de 2019, discriminado nos Anexos desta Lei, Estima a Receita e Fixa a Despesa em R$ 1.032.000.000”.

Um dos trechos que rendeu questionamentos no Parlamento diz respeito ao 10º artigo que autoriza o prefeito Luciano Buligon (sem partido) a decidir sobre a abertura de créditos adicionais suplementares, via decreto, até o limite de 25% do total da despesa fixada na lei. “Criando, se necessário, elementos de despesa e fontes de recurso dentro de cada projeto ou atividade”, diz trecho da lei.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Justiça eleitoral cancela 2,4 milhões de títulos
Prefeitura de São Lourenço confirma obra de asfaltamento
Justiça Eleitoral realiza plantão de cadastramento biométrico neste sábado (25)
Marcilei protocola projeto para redução do Duodécimo
Câmara dos Deputados conclui votação de Medida Provisória
Os órgãos extintos e as Secretarias criadas pela Reforma Administrativa
Texto aprovado pela Alesc agrada o governo do Estado
Diretórios regionais e municipais também são obrigados a investir em candidaturas femininas
Três são condenados por fraude a licitações de Planalto Alegre
Mais um passo para a concessão do aeroporto de Chapecó