Digo Cardoso deixa sua marca no estádio Atanasio Girardot, em Medellín

A menina Kaingang com as cores da Chapecoense e Brasil e com seu manto em lembrança as 71 estrelas chapecoenses, encontra o menino Paisa, com seu Sombrero aguadeño e em seu manto as cores da Colômbia

- Publicidade -
 

Digo está de volta a Chapecó após 10 dias em Medellín. O resultado do trabalho feito por lá ficou lindo. Os dois personagens, segundo o artista são folclóricos e se encontram para celebrar a amizade e o amor. A menina Kaingang com as cores da Chapecoense e Brasil e com seu manto em lembrança as 71 estrelas chapecoenses que hoje estão no céu, encontra o menino Paisa, com seu Sombrero aguadeño e em seu manto as cores da Colômbia e também dos dois times tradicionais da cidade Atlético Nacional e Independiente Medellín. E aí, ficou ou não ficou demais?


Como tudo começou

Digo começou na tarde do dia (12) a pintura do painel e deve terminar nesta quinta-feira (14). Mesmo faltando muito ainda para fazer, o desenho já ganhou cores e forma e está sendo feito em uma das entradas para o campo do estádio Atanasio Girardot. 

No dia 23 de agosto o artista Rodrigo Cardoso dos Santos (Digo) recebeu um convite muito especial da Embaixada Brasileira em Bogotá, com a missão de ir até Medellín, na Colômbia, pintar um painel no estádio do time Atlético Nacional de Medellín, o Atanasio Girardot, durante a 10ª Fiesta Del Libro y La Cultura.

 

O evento é tradicional em Medellín e acontece de 10 a 17 de setembro, na Zona Norte da cidade. Mesmo sem uma relação direta com da festa com a pintura do painel, Digo foi conferir a abertura do evento, neste domingo (10) e conhecer de pertinho tudo da feira. Ele conta que nesta edição é a primeira vez que um País é convidado a participar. "Tem muita gente do Brasil aqui e é um orgulho ser uma destas pessoas", afirma.

 

 “Esse momento tem uma representatividade bem forte no meu trabalho. Mais do que a confirmação de que estou no caminho certo, é representar Chapecó e marcar esse momento da amizade entre os dois times. Está sendo muito especial e é mais um passo, mais uma conquista, sempre com a ajuda de muitas pessoas”, orgulha-se Digo.


A chegada em Medellín

Digo chegou à Medellín no dia 7 de setembro e começou a desbravar a cidade. No total, serão nove dias de oportunidades, conhecimento e novas experiências.  Logo na chegada, o artista conheceu um grupo de grafiteiros do coletivo artístico, Graffiti De La 5 (GDL5), com quem Digo pintou em uma praça da cidade.

 

Onde será o Painel

Nesta terça-feira (12) pela manhã, Digo começou a fazer o painel no estádio Atanasio Girardot. Ele explica que o desenho simboliza a amizade que existe entre as duas cidades, Chapecó e Medellín e que ficará marcado pra sempre no estádio. “Serão dois personagens que representam o povo de Chapecó e o povo de Medellín, e eles vão se encontrar em sinal de amizade e amor. Vai ser um desenho com muitas cores”. 


Confira como ficou o desenho no estádio Atanasio Girardot:












DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escola ensina os numerais de forma divertida em Chapecó
Caixa antecipa pagamento da 3ª fase do calendário das cotas do PIS
PM de Chapecó procura dono de teclado suspeito de ser objeto de furto
Equipe de robótica de Chapecó disputa torneio no Maranhão
Homem fica gravemente ferido ao ser atropelado em Iraceminha
PM de Chapecó recebe viatura nova
Idosa com AVC hemorrágico é transferida para Chapecó
15 mil pessoas são esperadas para o Natal Luzes, em São Domingos
Motociclista atropela cachorro na BR-282 em Chapecó
Rede Quero-Quero traz grupo Os Serranos a Chapecó