Bombeira ajuda salvar bebê por telefone em Xanxerê

No fim da manhã desta quarta-feira (13), a criança se engasgou com medicamento em casa

- Publicidade -
 

Um sentimento de dever cumprido e um conjunto de aflição e desespero ocorreu na manhã desta quarta-feira (13) em Xanxerê por volta das 11h30 quando uma mãe ligou para a central de Bombeiros informando que seu bebê de 30 dias estava engasgado com medicamento para cólica.

Enquanto a Soldado Keli ajudava a mãe que estava sendo auxiliada por uma vizinha, uma guarnição dos Bombeiros seguia para a Rua Barão do Rio Branco no centro de Xanxerê para socorrer a criança. “Ela estava bem nervosa, disse que a criança estava respirando mas que não reagia. Por telefone até chegamos ouvir o choro do bebê” contou a Soldado ao Diário do Iguaçu.

>>> Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Ela conseguiu fazer a orientação por telefone enquanto outros socorristas seguiam para a casa da criança “eu consegui indicar para ela o que fazer, por telefone, mas não desobstruiu totalmente as vias aéreas e quando a guarnição chegou lá eles conseguiram concluir o trabalho e fizeram a criança vomitar” disse a Soldado, que ressaltou a importância de em casos assim, o solicitante passar o endereço certo para que os bombeiros possam chegar a tempo de socorrer a vítima enquanto é orientado por telefone.

Ainda de acordo com a Soldado Keli ao Diário do Iguaçu, a criança foi levada ao Hospital Regional São Paulo e chegou a vomitar um pouco mais no local e ficou em observação. A socorrista já atendeu outros casos semelhantes e por telefone, já era o segundo mas, ela já foi até a residências onde havia criança engasgada e também as salvou pessoalmente. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Grave acidente deixa motociclista com braço e perna amputado em Xaxim
Carro furtado bate em viatura da polícia em Itá
Acidente deixa cinco feridos em Concórdia
Celulares irregulares serão notificados a partir deste domingo
Homem é morto no interior de Guatambu
12 anos da Lei Maria da Penha e a coragem das mulheres que rompem o ciclo da violência
Moradores do Vila Real ainda enfrentam esgoto a céu aberto
Grandes apresentações encerram a Semana Farroupilha em Chapecó
Lei de bem-estar animal é aprovada e já está valendo em Chapecó
Chegaram os dias mais floridos do ano