Idosos são mortos após assalto em Novo Horizonte e suspeitos são presos em Chapecó

Três suspeitos foram presos em Chapecó. Os outros dois estão sendo procurados pela Polícia Militar

- Publicidade -
 

A cidade de Novo Horizonte amanheceu assustada com a brutalidade do crime cometido durante a madrugada por cinco bandidos. O casal Honorino Luiz Pastre, de 85 anos, e Brandina Iolanda Echer Paster, de 82, foram mortos possivelmente asfixiados durante um assalto.

Os corpos do casal foram encontrados pela Polícia Militar por volta das 6h desta terça-feira (12). Após o crime, os bandidos fugiram levando o carro das vítimas, um Toyota Corolla, um cofre e cerca de R$ 3 mil em dinheiro. O carro onde estavam os suspeitos foi localizado e abordado pela Polícia Militar de Chapecó na madrugada desta terça-feira (12).

 

Abordagem em Chapecó

Por volta das 4h desta terça-feira (12), a Polícia Militar de Chapecó recebeu denúncias de que um carro transitava em atitude suspeita pelo bairro Efapi. Em buscas, a PM avistou o Toyota Corolla na altura da Rua Araras, deu ordem de parada, mas os suspeitos começaram a fuga percorrendo várias ruas em alta velocidade, até entrar na Rua Paulo Pasquali, onde o condutor perdeu o controle da direção, bateu em um poste e depois atingiu a garagem de uma casa.

Após a batida, os cinco ocupantes do carro tentaram fugir, mas três deles acabaram presos pela PM. Dentro do carro, os policiais encontraram um cofre e com um dos suspeitos presos a quantia de R$ 3 mil. Pouco depois, outro suspeito foi localizado e preso pela PM nas proximidades do Parque da Efapi, em Chapecó. Os detidos são dois adolescentes, de 16 e 17 anos, e um homem de 23 anos. Outros dois suspeitos maiores de idade estão sendo procurados pela polícia e que também teriam participação no crime.  

 

Encontro dos corpos

De acordo com a Polícia Militar de São Lourenço do Oeste, depois da apreensão do carro pela PM de Chapecó, as guarnições acionaram a PM de São Lourenço do Oeste para fazer a verificação sobre a procedência do carro, que tinha placas da cidade de Novo Horizonte.

Guarnições da cidade foram até a casa da família e encontraram os corpos dos dois idosos dentro do quarto.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de São Lourenço do Oeste esteve no local e fez a remoção do corpo das vítimas que foi encaminhado para necropsia.

 

Apuração

De acordo com o delegado Luiz Schaefer Junior, da Polícia Civil de Chapecó, os criminosos saíram de Chapecó no fim da tarde da segunda-feira (11), em um VW Gol furtado. Por volta das meia-noite eles invadiram a casa dos idosos e começaram a exigir que eles entregassem a senha do cofre da família.

“Eles contaram que obtiveram informações de que na casa das vítimas haveria um cofre com uma quantia considerável de dinheiro. Diante disso, eles iniciaram o planejamento do crime e saíram ontem no início da noite daqui de Chapecó”, explicou o delegado. Os bandidos invadiram a casa por volta da meia-noite na casa, onde ficaram cerca de 1h.

“Eles começaram a recolher os objetos e tentaram descobrir a senha do cofre e não conseguiram com as vítimas. Isso os levou a asfixiar as vítimas com objetivo de tentar descobrir a senha. Não tendo êxito, continuaram até que as duas vítimas vieram a óbito”, disse o delegado que ouviu o depoimento dos três presos. Eles teriam ficado cerca de 1h dentro da casa.

Após o crime, o grupo arrastou o cofre da casa até o carro da vítima, um Corolla, com o qual fugiram sentido a Chapecó e onde foram abordados. “Nós vamos providenciar a internação dos menores e o pedido de prisão preventiva dos três maiores identificados como suspeitos. Com relação a eles, além do latrocínio devem responder pelo crime de corrupção de menores”, explicou o delegado.

 

Investigação


Após os procedimentos realizados pela Polícia Civil de Chapecó, o inquérito será encaminhado para a delegacia de São Lourenço do Oeste para continuar as investigações. Durante a manhã de ontem, equipes do Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram na Central de Plantão Policial (CPP) para onde foram levados os carros apreendidos – o VW Gol e o Corolla – e também periciaram o cofre roubado da família.

 

Família Pastre

A família das vítimas é bastante conhecida na cidade, uma das primeiras moradoras de Novo Horizonte, fato que gerou ainda mais comoção com relação ao crime. Conforme informações da Rádio Nova FM, Honorino Pastre fixou residência em São Lourenço do Oeste me 1952, na área conhecida como Linha Santa Lúcia, região que atualmente pertence a cidade de Novo Horizonte. Ele foi eleito vereador da cidade de São Lourenço do Oeste entre os anos de 1982 a 1986. Ele e a esposa, Brandina, tiveram quatro filhos.

Devido ao crime, a Prefeitura de São Lourenço do Oeste decretou três dias de luto. Até o fim da tarde desta terça-feira (12), não havia informações sobre o velório das vítimas.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é preso após furtar carrinho de mão em Chapecó
Ao estacionar carro em garagem, mulher é assaltada em Chapecó
Torcedores do Corinthians são detidos com maconha em Chapecó
40 policiais militares participam da operação 4 Mil em Chapecó
Escola é assaltada em Chapecó
Advogado é morto a tiros em Guaraciaba
Mulher é agredida por irmã em Xanxerê
Mãe e filha são vítimas de violência doméstica em Chapecó
Três são presos em operação de polícias de Pinhalzinho
PM apreende mais de meio quilo de maconha no bairro São Pedro