Chape anuncia saída de preparador de goleiros e empréstimo de jogadores

Carpes aceitou proposta mexicana. Guarapuava e Rodrigo são cedidos

- Publicidade -
 

A Chapecoense anunciou no início da tarde desta segunda-feira (5) a saída do preparador de goleiros Marcelo Carpes. Por um salário mais alto, ele aceitou convite do Querétaro, do México, e deixa o clube do Oeste catarinense menos de um mês após a sua contratação.

>>Confira mais informações sobre a Chapecoense<<

>>Leia os blogs Ivan Carlos e Resenha Esportiva<<

>>Últimas notícias<<

Marcelo se apresentou ao Verdão no dia 10 de janeiro para o lugar de Rogério Maia, que se transferiu para o Flamengo por proposta financeira melhor. O profissional de 41 anos fazia parte da comissão técnica do Grêmio e passou também por Luverdense (MT), Audax (SP) e Caxias (RS).

Em pouco mais de um ano, a Chape já teve três preparadores de goleiros. Em janeiro de 2017, Marcelo Schroeder veio com o técnico Vagner Mancini para o trabalho de reconstrução da equipe, após a tragédia aérea de novembro na Colômbia.

Em julho, Marcelo Schroeder foi demitido juntamente com Mancini. No mesmo mês, a diretoria verde-branca contratou Rogério Maia, campeão olímpico pelo Brasil nos Jogos do Rio/2016. A sua passagem por Chapecó terminou no dia 5 de janeiro. Carpes desembarcou na cidade dias depois.

A dificuldade da Chapecoense em firmar um preparador de goleiros contrasta com a longevidade de Anderson Martins. Boião, como era chamado, chegou no fim de 2008 e permaneceu na agremiação até perder a vida na tragédia aérea de 29 de novembro de 2016, na Colômbia.

Enquanto não chega um novo preparador de goleiros, as atividades com os arqueiros da Chape serão conduzidas pelo auxiliar Marcelo Kunst. Ele compõe o quadro permanente de profissionais do clube.

Empréstimos

A Chape também comunicou nesta segunda o empréstimo do zagueiro Guarapuava ao Guarani, de Venâncio Aires, que disputa a segunda divisão do Campeonato Gaúcho, no período de seis meses. O jogador tem 20 anos, subiu neste ano para a categoria profissional e dificilmente seria aproveitado pelo técnico Gilson Kleina. O departamento de futebol emprestou o jovem defensor para ele ter mais chances de jogar e, assim, ganhar experiência. Outro emprestado é o atacante Rodrigo, o Pelezinho, que jogará o Catarinense pelo Tubarão.

Antes, o Verdão havia cedido os atacantes Júlio César e Wesley Natã ao Atlético Goianiense, o meia Bryan ao Náutico, e o zagueiro Igor Alemão, ao União de Rondonópolis (MT). 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Time feminino da Chapecoense retoma as atividades de olho no Brasileiro da Série A2
Bruno Silva e Evandro entram no BID e estão regularizados para reforçar a Chape
Chape sem Alan Ruschel e Denner contra o Náutico. Thiago Ribeiro é relacionado
Zagueiros da Chapecoense apresentam a nova camisa número 3 para celebrar título
Chapecoense volta a treinar após conquista do Estadual e apresenta atacante Felipe Garcia
Em 3 anos, Louzer vence 2° estadual da carreira. Primeiro no Guarani, agora na Chape
Para soltar grito de 'é campeão'. Chape chega com festa após resgatar hegemonia em SC
Jogadores da Chape dedicam conquista a massagista Douglas Mendes, que morreu em junho
Título premia recuperação da Chapecoense no Estadual
Campeã estadual, Chape desembarca em Chapecó na manhã desta segunda-feira