Chapecoense apresenta limitações e perde em casa para o Botafogo

Time do Oeste é derrotado por 2 a 0 pela Série A do Brasileiro

A Chapecoense começou muito bem a Série A do futebol brasileiro. Chegou a liderar na terceira e quarta rodadas. A campanha continua interessante, mas o time do Oeste catarinense atravessa uma fase de oscilação no campeonato. Na tarde deste domingo (18), o Verdão perdeu na Arena Condá, em Chapecó, por 2 a 0 para o Botafogo, pela oitava rodada.

>>Confira mais sobre a Chapecoense<<

>>Confira os nossos colunistas<<

>>Leia mais reportagens<<

Com apoio de um grande público, a Chape entrou em campo embalada pela vitória sobre o Vasco por 2 a 1, em casa, no meio de semana. A iniciativa era dos donos da casa, que tiveram chance clara para abrir o placar com Apodi, aos oito minutos. Apesar da superioridade verde-branca, foi o time alvinegro que chacoalhou a rede. Aos 28, após uma roubada de bola, Roger concluiu jogada de contra-ataque. O gol desestabilizou os anfitriões, que passaram a cede muitos espaços no contragolpe.

O Verdão voltou do intervalo tentando pressionar o Botafogo, mas levou mais um aos oito minutos da segunda etapa. Luiz Otávio erra o corte bisonhamente e Rodrigo Pimpão só tem o trabalho para escorar ao gol. Aos 13, uma alteração incomum. Niltinho, que havia entrado aos 14 do primeiro tempo no lugar de Osman – torceu o joelho esquerdo e fará ressonância magnética hoje –, saiu aos 13 do segundo para dar lugar a Túlio de Melo. A Chape não teve inspiração para sequer diminuir a diferença.

Este foi o terceiro revés da Chapecoense nos últimos quatro jogos. Perdeu para Grêmio e Ponte Preta, quebrou a série negativa diante do Vasco e voltou a ser derrotada neste domingo. Mesmo assim, o time do técnico Vagner Mancini continua na zona de classificação à Copa Libertadores, em quinto lugar com 13 pontos. Esta colocação rende vaga à etapa preliminar do torneio continental. A Chape volta a jogar na próxima quinta (22) contra o Flamengo, às 21h, na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro, pela nona rodada.

 

CHAPECOENSE 0x2 BOTAFOGO

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e Seijas (Nenén); Osman (Niltinho, depois Túlio de Melo), Wellington Paulista e Arthur Caike. Técnico: Vagner Mancini.

Botafogo: Gatito Fernandez; Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Montillo). Técnico: Jair Ventura.

Arbitragem: Marcelo Aparecido de Souza, auxiliado por Anderson de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo – trio de São Paulo.

Gols: Roger (B), aos 28 do 1º tempo; Rodrigo Pimpão (B), aos 8 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso e Gatito Fernandez (B).

Público: 11.603 (total). Renda: R$ 252.020,00.

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 18 de junho de 2017.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

8 min – Chapecoense: Luiz Antônio acha Apodi na área. O lateral domina tirando da marcação e chuta à queima-roupa. Gatito Fernandez espalma para salvar.

GOL! 28 min – Botafogo: No contra-ataque, Rodrigo Pimpão lança Bruno Silva. Na área, ele espera a saída do goleiro e toca para Roger rolar para rede vazia.

42 min – Chapecoense: Apodi rouba a bola de Igor Rabello, limpa a jogada e chuta da entrada da área, de frente para Gatito. Mas erra o alvo. Bola passa perto.

Segundo tempo

GOL! 8 min – Botafogo: Após recuperada de bola pela direita, Arnaldo tabela com Roger e cruza. Luiz Otávio fura e Rodrigo Pimpão escora para a rede.

21 min – Chapecoense: Levantamento de bola para a área, Arthur Caike ganha disputa com Arnaldo e cabeceia firme para o gol, mas Gatito defende.

33 min – Botafogo: Bruno Silva recebe o lançamento de Montillo, invade a área e bate rasteiro. Jandrei se estica para desviar a escanteio. A bola ainda raspa a trave.

1 COMENTÁRIO(S)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

A nossa organização era fundamental e tudo deu certo, diz Eutrópio
Chapecoense surpreende Palmeiras e sai do Z4
Para retribuir carinho, Chape lança mensagem de apoio a Barcelona
Fortalecida, segundo Eutrópio, Chapecoense desafia Palmeiras
Lições para a Chapecoense se manter em alta por bastante tempo
Chape volta ao Brasil para encarar dura realidade. Canteros já treina
Chapecoense luta até o fim, mas perde para o Fluminense no Brasileiro Sub-20
Chape faz melhorias no setor coberto da Arena e atualiza valores dos planos de sócios
Atrás de vaga à semifinal, Chape estreia na segunda fase do Brasileiro Sub-20
Tenho certeza que saímos muito mais fortalecidos, diz técnico da Chapecoense