Chapecoense fora do Z4 no Brasileirão 2018 também em média de público

Clube do Oeste catarinense ficou à frente na lista de equipes como o Santos, um dos gigantes do futebol nacional

A torcida da Chapecoense fez a parte dela na luta contra o rebaixamento. O clube do Oeste catarinense conseguiu permanecer na Série A do campeonato brasileiro e ficou fora do Z4 também no ranking de público. O time verde-branco superou em média, por exemplo, o Santos, um gigante do futebol nacional.

A Chape terminou o Brasileirão de 2018 em 16º lugar na lista de torcedores, segundo dados do Footstats, site especializado em estatísticas. Com a média de 9.789 por jogo, superou os santistas (9.718) e os rebaixados Vitória (8.343), Paraná (6.652) e América-MG (5.663). Destes, apenas o Peixe não é de capital, mas chegou a mandar jogos em São Paulo (SP), onde tem forte apelo, no estádio do Pacaembu, que pode receber até 40 mil torcedores.

O Verdão ultrapassou o Santos no último confronto, com a assistência de 19.992 pessoas na vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, resultado que livrou a equipe do descenso. Este se tornou o maior público da história da Arena Condá, superando a marca de 19.175 registrada na derrota para o Grêmio, pelo placar de 2 a 1, em 2014. A agremiação agradeceu o apoio do torcedor por meio de nota em seu site.

“A Associação Chapecoense de Futebol lançou um desafio ao torcedor: bater – na partida diante do São Paulo – o recorde de público da Arena Condá. Isso porque o que estava em jogo era a permanência do time na elite do futebol nacional. Deste modo, o clube torna público e reitera os agradecimentos pelo apoio e por, nas alegrias e nas horas mais difíceis, o torcedor não deixar de acreditar”, declarou a Chape.

Líder entre os catarinenses

O Verdão domina o quesito público entre os clubes catarinenses. Nesta temporada, o time que chegou mais perto da Chape foi o Avaí, que subiu para a Série A. O Leão da Ilha teve média de 6.121 torcedores por duelo, ficando em sexto lugar neste ranking na Série B. Em 2017, a equipe azurra disputou a elite e também ficou atrás dos “oestinos”: 9.983 contra 7.750.

Em 2019, Chapecoense e Avaí vão representar Santa Catarina no Brasileirão. Quem levará mais torcida para as arquibancadas? Esta será uma disputa à parte entre os dois times.

 

MÉDIA DE PÚBLICO

1º Flamengo: 51.031

2º São Paulo: 33.575

3º Palmeiras: 32.797

4º Corinthians: 31.482

5º Inter: 30.221

6º Ceará: 27.653

7º Grêmio: 22.216

8º Bahia: 19.378

9º Atlético-MG: 16.307

10º Sport: 15.905

11º Cruzeiro: 15.438

12º Vasco: 15.169

13º Fluminense: 14.117

14º Botafogo: 12.207

15º Atlético-PR: 10.950

16º Chapecoense: 9.789

17º Santos: 9.718

18º Vitória: 8.343

19º Paraná: 6.652

20º América-MG: 5.663

Fonte: Footstats

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Goleiro da Chape está de malas prontas para fazer exames médicos na Europa
Chapecoense espera contratar novo executivo de futebol até segunda-feira
Chapecoense conhece o adversário na Copa do Brasil: o São José de Porto Alegre
Chapecoense comunica saída do preparador de goleiros Wlamir Machado
Obrigado, Furacão! Atlético-PR fatura título e coloca Chape na Sul-Americana
Chape está na semifinal do Torneio de Desenvolvimento da Conmebol
Saiba quais equipes a Chape pode enfrentar na 1ª fase da Copa do Brasil
Chapecoense oficializa a saída do diretor executivo de futebol André Figueiredo
Chapecoense e entidades parceiras participam da Operação Criança Feliz
Chapecoense decide pela saída de André Figueiredo e irá buscar novo executivo