Chapecoense treina em CT climatizado em Dubai e depois embarca para o Japão

Delegação verde-branca chega neste sábado à cidade de Saitama

Local onde o Verdão fez atividade nesta sexta-feira (Fernando Mattos/Chapecoense)

A turnê internacional da Chapecoense atinge sua distância máxima neste sábado (12). Na manhã deste sábado no Brasil – noite no Japão –, a delegação verde-branca chega a Saitama, após 10 horas de voo e passar um dia nos Emirados Árabes Unidos. Nesta terça-feira (15), o Verdão enfrenta o Urawa Reds Diamonds, pela decisão da Copa Suruga Bank.

Depois do amistoso contra Barcelona, segunda (7), na Espanha, e do jogo-treino diante do Lyon, terça (8), na França – derrotas por 5 a 0 e 2 a 1, respectivamente –, a Chape deixou a Europa na quarta (9) e desembarcou em Dubai no fim da tarde de quinta (10) – início da madrugada de sexta (11) no horário local. A cidade é famosa por ser uma das mais ricas do mundo.

O grupo de jogadores fez uma atividade em um moderno centro de treinamento, o Koora Dome, anexo ao estádio do clube de futebol Al Wasl. Por conta das altas temperaturas do país, o espaço é totalmente climatizado. No momento do treino, a temperatura externa era de 41 graus e a sensação térmica de 51 graus, enquanto dentro do local estava em apenas 24 graus.

Enquanto os atletas treinavam, o vice-presidente de futebol da Chapecoense, Nei Maidana, e o diretor executivo de futebol, Rui costa, receberam o presidente do Al Wasl, Al Ameri, uma camisa da equipe e uma placa condecorativa. O clube árabe foi fundado em 1960 e conquistou sete vezes o título da UAE League, o principal campeonato do país.

Lado externo do centro de treinamento Koora Dome (Fernando Mattos/Chapecoense)

Preocupação

Mesmo longe do Brasil, a Chape mantém o foco na Série A do futebol nacional. É o que garante o zagueiro Fabrício Bruno. “Voltamos direto para são Paulo e já temos uma decisão contra o Palmeiras (fora de casa, no dia 20). Nosso pensamento maior é o Brasileiro. Temos um grupo que está bastante unido em busca de resultados melhores”, disse.

A realidade é dura. O Verdão começou bem a competição – chegou a liderar na terceira e quarta rodadas –, mas terminou o turno em 16º lugar, uma casa acima da zona do rebaixamento. De folga no Brasileirão, o time do Oeste catarinense entrará no Z4 se São Paulo ou Vitória, que jogam em casa, vencerem, respectivamente, Cruzeiro e Avaí, neste fim de semana.

Vale título

Antes de voltar ao País no dia 17, a Chapecoense decide o título da Copa Suruga na cidade de Saitama, que fica a 30 quilômetros da capital Tóquio, às 7h15. O torneio é promovido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em conjunto com Associação de Futebol do Japão, e é disputado pelos atuais campeões da Copa Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Após tropeço e má atuação, Chape volta a jogar em casa, desta vez contra o Santos
Em Xanxerê, Chape enfrenta Tubarão e decide pela 4ª vez seguida o Catarinense Sub-20
Apesar de tropeço em casa, Osman retorna em grande estilo na Chapecoense
Kleina fala em 1º tempo sofrível da Chapecoense no empate com o Bahia
Em jogo fraco tecnicamente, Chape empata com Bahia em casa na volta do Brasileirão
Com Bruno Silva titular, Chapecoense recebe o Bahia na retomada do Brasileirão
Chapecoense vacila no fim e perde para o Fluminense pelo Brasileiro Sub-20
Com Jandrei como titular, Kleina monta a Chapecoense para enfrentar o Bahia
Jovens da Chape em ação: Aspirante vence, sub-17 perde e sub-20 visita o Fluminense
Chapecoense tem desafios no Brasileiro de Aspirantes e na Taça BH Sub-17