Chapecoense x San Lorenzo: jogo de reencontros e lembranças na Arena Condá

Técnico Gilson Kleina fara três mudanças na escalação

Uma noite de reencontros na Arena Condá. Nesta quarta-feira (11), às 20h30, a Chapecoense volta a receber o San Lorenzo, desta vez em amistoso de preparação para a retomada da Série A do futebol nacional. O clube do Oeste catarinense não joga em casa desde o dia 9 de junho, quando venceu o Cruzeiro por 2 a 0, pela penúltima rodada do Brasileirão antes da pausa para a Copa do Mundo.

O jogo é especial para o torcedor. A agremiação argentina foi o último adversário do Verdão, em casa, antes da tragédia aérea de novembro de 2016, na Colômbia. O time do Oeste catarinense empatou por 0 a 0, com direito à defesa salvadora do goleiro Danilo nos acréscimos, após ficar no 1 a 1 em Buenos Aires, e garantiu vaga à final da Copa Sul-Americana.

O técnico Gilson Kleina fará mudanças na equipe titular. Eduardo assume a lateral direita na vaga deixada por Apodi, que transferiu para o Ohod Al-Medina (Arábia Saudita), enquanto Vinícius surge como primeira opção no ataque para o lugar de Arthur Caike, vendido ao Pyramids (Egito).

Uma terceira alteração será na zaga. Luiz Otávio substitui Douglas, que dificilmente terá condição legal para a partida contra o Bahia, no dia 19, em Chapecó, pela volta do Brasileirão. O contrato do jogador está sendo refeito e este processo pode não ser concluído em tempo hábil.

Kleina vai escalar o time no esquema 4-4-2, com os volantes Canteros e Luiz Antônio como responsáveis pela armação das jogadas, e manter a base da formação utilizada antes da parada do campeonato. A novidade entre os relacionados é o meia Agustín Doffo. O argentino teve o acordo inicial de três meses prorrogado até o fim deste ano e foi apresentado oficialmente ontem à tarde. Ele começará no banco de reservas.

“Precisamos fazer algumas avaliações com jogadores que não vinham jogando no primeiro semestre. Alguns por lesões, outros por terem chegado mais tarde e foi preciso fazer um trabalho físico, que é o caso do Doffo. Faz dois dias que começaram os trabalhos táticos, demos um lastro maior nas valências que eram necessárias”, comento Kleina.

“A exigência é a nossa estrutura de jogo, principalmente quando nós adotamos o 4-4-2. Saiu o Arthur entrou o Vinícius, saiu o Apodi e está entrando o Eduardo. Acho que a exigência é que a gente possa mostrar nossa identidade, nosso DNA”, acrescentou o técnico.

“Estamos trabalhando a adaptação do Luiz pelo lado esquerdo da zaga, já que ele vinha jogando pela direita aqui na Chape. Mas isso não será problema, ele já atuou muitas vezes pelo lado direito na sua carreira”, finalizou o treinador.

O San Lorenzo veio para Chapecó em voo fretado e desembarcou no aeroporto Serafim Enoss Bertaso na noite desta terça (10), com o grupo principal. Quatro jogadores que faziam parte do elenco em 2016 devem ser titulares nesta quarta: Navarro, Coloccini, Díaz e Merlini – apenas o segundo foi titular contra a Chape.

CHAPECOENSE x SAN LORENZO

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Canteros e Luiz Antônio; Vinícius e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

San Lorenzo: Navarro; Salazar, Coloccini, Díaz e Rojas; Merlini; Piris da Motta, Castro e Mouche; Botta e Reniero. Técnico: Claudio Biaggio.

Arbitragem: Anderson Daronco (Fifa/RS), auxiliado por Kleber Lúcio Gil (Fifa/SC) e Neuza Inês Back (Fifa/SC).

Data: 11 de julho de 2018. Horário: 20h30. Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Após tropeço e má atuação, Chape volta a jogar em casa, desta vez contra o Santos
Em Xanxerê, Chape enfrenta Tubarão e decide pela 4ª vez seguida o Catarinense Sub-20
Apesar de tropeço em casa, Osman retorna em grande estilo na Chapecoense
Kleina fala em 1º tempo sofrível da Chapecoense no empate com o Bahia
Em jogo fraco tecnicamente, Chape empata com Bahia em casa na volta do Brasileirão
Com Bruno Silva titular, Chapecoense recebe o Bahia na retomada do Brasileirão
Chapecoense vacila no fim e perde para o Fluminense pelo Brasileiro Sub-20
Com Jandrei como titular, Kleina monta a Chapecoense para enfrentar o Bahia
Jovens da Chape em ação: Aspirante vence, sub-17 perde e sub-20 visita o Fluminense
Chapecoense tem desafios no Brasileiro de Aspirantes e na Taça BH Sub-17