Civaldo trabalha para que Chapecó ofereça tratamento de fissura labiopalatal

Uma reunião de trabalho será realizada para viabilizar uma parte do atendimento na cidade. Apenas a cirurgia será realizada em Joinville

- Publicidade -
 

O vereador Civaldo Mendes (PSD) realizou audiência pública na Câmara de Vereadores de Chapecó, no início do mês, com o objetivo de que Chapecó passe a oferecer atendimento para crianças e adolescentes com fissura labiopalatal, também conhecida como lábio leporino. Atualmente as famílias precisam viajar até Joinville para realizar o tratamento.

>>Últimas notícias<<

Segundo dados da Associação de Promoção Social do Fissurado do Oeste de Santa Catarina (Profis) 90 pacientes de Chapecó viajam com frequência para Joinville para realizar o tratamento, outras 120 pessoas já tiveram alta médica. No Oeste, atualmente, são 700 pessoas sendo atendidas.

Atendimento

Ainda segundo a Profis, todos os anos nascem entre seis e dez crianças com anomalias no rosto e precisam receber atendimento o mais cedo possível para garantir a recuperação.

“Essa situação é frustrante e acaba gerando desconforto para as famílias. O atendimento realizado em Joinville envolve psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogas e uma série de profissionais, porque a criança deve ser atendida de zero a dez anos e em alguns casos até completar 20 anos”, explica o vereador Civaldo Mendes.

Atualmente apenas Joinville oferece atendimento em Santa Catarina e os custos são bancados pela Prefeitura Municipal. A situação tem feito com que o poder público reavalie os investimentos e o serviço pode ser cancelado.

O objetivo da audiência pública realizada em Chapecó é de que a Prefeitura passe a oferecer o tratamento auxiliar na cidade, evitando que as famílias precisem viajar e também passe a contemplar mais famílias. Nesta nova configuração a cirurgia continuaria sendo realizada em Joinville e os demais serviços em Chapecó: ortodontia, fonoaudiologia, psicólogos e assistência social.

“A Câmara é o ponto inicial desse processo, nós realizamos a audiência pública e agora devemos ter uma nova reunião para conseguir avançar no assunto”, completa Civaldo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Concórdia tem horário flexibilizado no comércio
Projeto das Concessões é aprovado por maioria
Projeto das concessões é aprovado em primeira votação
Oposição assume presidência de CPI em Xanxerê
Brasileiros poderão monitorar gastos do Governo Federal
Justiça absolve João Rodrigues no processo das pinturas de prédios públicos
Colatto quer ser senador do agronegócio e do Grande Oeste
Santa Catarina precisa de R$5,1 bilhões por ano para infraestrutura
Prefeituras devem receber R$15,7 milhões em dezembro
Autorizado projeto de contenção de águas no bairro São Pedro em Chapecó