Civaldo trabalha para que Chapecó ofereça tratamento de fissura labiopalatal

Uma reunião de trabalho será realizada para viabilizar uma parte do atendimento na cidade. Apenas a cirurgia será realizada em Joinville

- Publicidade -
 

O vereador Civaldo Mendes (PSD) realizou audiência pública na Câmara de Vereadores de Chapecó, no início do mês, com o objetivo de que Chapecó passe a oferecer atendimento para crianças e adolescentes com fissura labiopalatal, também conhecida como lábio leporino. Atualmente as famílias precisam viajar até Joinville para realizar o tratamento.

>>Últimas notícias<<

Segundo dados da Associação de Promoção Social do Fissurado do Oeste de Santa Catarina (Profis) 90 pacientes de Chapecó viajam com frequência para Joinville para realizar o tratamento, outras 120 pessoas já tiveram alta médica. No Oeste, atualmente, são 700 pessoas sendo atendidas.

Atendimento

Ainda segundo a Profis, todos os anos nascem entre seis e dez crianças com anomalias no rosto e precisam receber atendimento o mais cedo possível para garantir a recuperação.

“Essa situação é frustrante e acaba gerando desconforto para as famílias. O atendimento realizado em Joinville envolve psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogas e uma série de profissionais, porque a criança deve ser atendida de zero a dez anos e em alguns casos até completar 20 anos”, explica o vereador Civaldo Mendes.

Atualmente apenas Joinville oferece atendimento em Santa Catarina e os custos são bancados pela Prefeitura Municipal. A situação tem feito com que o poder público reavalie os investimentos e o serviço pode ser cancelado.

O objetivo da audiência pública realizada em Chapecó é de que a Prefeitura passe a oferecer o tratamento auxiliar na cidade, evitando que as famílias precisem viajar e também passe a contemplar mais famílias. Nesta nova configuração a cirurgia continuaria sendo realizada em Joinville e os demais serviços em Chapecó: ortodontia, fonoaudiologia, psicólogos e assistência social.

“A Câmara é o ponto inicial desse processo, nós realizamos a audiência pública e agora devemos ter uma nova reunião para conseguir avançar no assunto”, completa Civaldo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Ensino médio, técnico e bolsas de estudo: saiba como pensam Merisio e Moisés
Moisés: É necessário saber ouvir as pessoas
Os planos dos candidatos para o agronegócio do Oeste
Merisio recebe pautas do CEC e assume compromisso com obras
Ministro dos Transportes entregará ordem de serviço para as obras na BR-282
O que pensam Moisés e Merisio sobre as rodovias de Santa Catarina
Daniela: Lutamos contra artilharia pesada de bodoque e empatamos a guerra
Câmara terá maior número de deputadas das últimas três legislaturas
Comandante Moisés é recebido por empresários de Chapecó pela segunda vez
Está em jogo o futuro dos catarinenses, diz Merisio