Comissão eleitoral da Chape impugna chapa de oposição, que vai recorrer da decisão

Candidato a presidente não pode participar, segundo responsáveis pelo processo de eleição do clube

A Chapecoense publicou, no fim da tarde desta quarta-feira (7), a ata da comissão eleitoral sobre a eleição do clube em dezembro. Duas chapas se inscreveram para o processo, mas apenas uma foi homologada. Em questão, a “Juntos pela Chape”, que representa o grupo de situação. A chapa “Renovação”, do bloco de oposição, não foi aprovada, pois teria infringido o artigo 27, parágrafo 7°, do estatuto da agremiação.

O conselheiro Cezar Antonio Dal Piva, o Mano, que foi inscrito como candidato a presidente do conselho administrativo (diretoria executiva), pediu desligamento do cargo de diretor das categorias de base na última segunda-feira (5) e, por isso, no entendimento da comissão, não poderia participar do pleito. Segundo as normas do Verdão, quem renuncia a cargo deve ficar dois anos sem participar de eleição. A decisão da comissão eleitoral cabe recurso. Mano estava na direção da base desde 2013.

A chapa de oposição se defende dizendo que Mano não exercia função eletiva e, por isso, não há razão para impugnação. "O Mano foi nomeado diretor da base, não era cargo eletivo. Fizeram uma leitura errada do estatuto. Não tem sentido algum nisso", disse o advogado Luis Antônio Palaoro, que assessora a chapa "Renovação". O bloco oposicionista vai recorrer da decisão e, se não houver reversão, não descarta outras medidas judiciais.

CONFIRA O QUE DIZ O ARTIGO 27, PARÁGRAFO 7° DO ESTATUTO DA CHAPECOENSE:

- O sócio eliminado e readmitido ou que tenha renunciado à condição de sócio, conselheiro ou dirigente, que desejar concorrer a qualquer cargo eletivo na ACF deverá, depois de sua readmissão ou renúncia, aguardar o lapso de 2 anos para poder concorrer novamente.

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Sei la nao conheço o mano da piva... Sem um renome na presidência este humilde sócio ano que vem estou fora. Quero alguém de maior com decaimento admiro administrativo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Começa o rodízio na Chapecoense. Reservas encaram o Metropolitano
Luciano Gusso valoriza entrega da Chape e projeta evolução da equipe
Avaí larga na liderança do Catarinense. Chape e Figueira dividem o 2º lugar
Wellington Paulista salva a Chapecoense! Vitória na estreia: 1 a 0
Nenén pendura chuteiras, vai trabalhar na base da Chape e terá jogo de despedida
Missão da Chape no Catarinense: buscar neste ano o que perdeu em 2018
Dois empates abrem o Catarinense. Primeira rodada termina nesta quinta
Rodízio de time, estreia, objetivo, contratações. Confira o que diz o técnico da Chape
Chapecoense promove posse festiva de diretoria
Saiba como estão os adversários da Chape no Campeonato Catarinense