Dia de Liberdade de Impostos será na próxima semana em Chapecó

Ação vai vender produtos sem cobrança de tributos no dia 24 de maio

Os brasileiros trabalham 144 dias por ano somente para pagar impostos. Em Chapecó, desde o dia 1º de janeiro de 2018, já foram mais de R$ 72 milhões pagos direta ou indiretamente aos governos municipal, estadual e federal. 

>> Últimas notícias <<

Com o objetivo de proporcionar à população um momento de conscientização acerca da elevada carga tributária existente no Brasil, a CDL Jovem Chapecó, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL), promove a 11ª edição do Dia de Liberdade de Impostos (DLI). A ação será promovida nacionalmente no dia 24 de maio (quinta-feira).

Diferente dos anos anteriores, a venda não será de gasolina, mas de produtos específicos nos supermercados Brasão, Celeiro, Farmácias São Rafael e Maqdima. “A quantidade, a marca e o horário em que serão disponibilizados os produtos serão divulgados pelas empresas parceiras mais próximo ao dia do evento. Muito mais importante do que isso, é alertar a população sobre o valor pago em impostos e como isso é investido e retorna para a sociedade”, considera o diretor-presidente da CDL Jovem Chapecó, Luiz Antônio Zanoni.

A ação deste ano será a maior já feita pela CDL Jovem Chapecó no município. A intenção foi expandir o DLI para outros estabelecimentos comerciais a fim de conscientizar a população sobre os diferentes tributos pagos diariamente. 

O coordenador do DLI Guilherme Dutra Dalbosco explica que, visando um novo formato, a CDL Jovem Chapecó procurou expandir a ação, possibilitando à população perceber, através de uma diversificação maior de produtos, a alta carga de impostos paga em itens utilizados no dia a dia.

“Sabemos que a gasolina tem uma carga tributária muito alta, mas como nosso objetivo é a conscientização sobre o tema, pensamos em buscar parcerias e demonstrar isso de maneira mais ampla. É importante refletir e compreender qual o nosso papel enquanto cidadãos”, complementa.

O presidente da CDL Chapecó, Clóvis Afonso Spohr, salienta que a intenção é que os consumidores reflitam sobre o valor pago em impostos e tenham conhecimento no que são investidos esses valores. “É um direito de todo cidadão ter acesso a essas informações e cobrar por respostas dos governos. Muitas pessoas compram os produtos e nem sabem o quanto de tributo vem incluso no valor. Estamos em ano de eleição e devemos ter informações para saber como escolher nossos representantes, a questão tributária é muito importante e merece nossa atenção”, finaliza.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Tributação de defensivos vai encarecer a produção agrícola em SC
Pesquisa mostra que jogos digitais elevam aprendizado de matemática nas escolas brasileiras
Poupar no início do ano é a melhor saída para um 2019 saudável financeiramente
Índice de Confiança do Consumidor cresce 10% em Chapecó
Mais de 1,6 mil vagas de emprego abertas em Santa Catarina
Pesquisa da Fecomércio mostra consumidor otimista e empresário cauteloso em 2019
Ano inicia com alta no cesto e redução na cesta básica
Mais 700 funcionários da BRF voltam às atividades em Chapecó
SC fatura US$ 2,44 bilhões com exportações de carne em 2018
SC encerra 2018 com alta nas exportações de carnes