Diretor da Chapecoense critica postura do Cruzeiro no caso Fabrício Bruno

Newton Drummond diz que soube pela imprensa a intenção do clube mineiro em pedir o retorno do zagueiro

A Chapecoense corre o risco de perder o zagueiro Fabrício Bruno, um dos principais nomes da equipe treinada por Claudinei Oliveira. Clube que detém os direitos federativos do defensor, o Cruzeiro promete pedir o retorno do atleta em caso de empréstimo de Manoel para o Corinthians.

“A gente tem apostado muito de abrir mão de um desses zagueiros (do atual elenco) para poder apostar no Fabrício Bruno. Ele ainda não assinou com a Chapecoense, e o Cruzeiro tem segurado justamente por isso. Para que a gente possa trazê-lo, o Mano poder observar e dar uma força dentro do grupo e para que mais uma prata da casa possa fazer do elenco”, comentou o vice de futebol da Raposa, Itair Machado, em matéria publicada no site Globoesporte nesta quinta-feira (10).

O diretor executivo de futebol da Chape, Newton Drummond, afirmou que a agremiação mineira ainda não procurou a diretoria para tratar do assunto. “Não veio nenhuma comunicação do Cruzeiro. Falei com o procurador do jogador (Fabio Melo). Ele também não sabe absolutamente nada. Estamos na expectativa”, disse o dirigente verde-branco ao Diário do Iguaçu no fim da tarde.

Drummond também criticou a postura cruzeirense. “Uma declaração do presidente em uma rádio, mas acho que antes de fazer esta comunicação (via imprensa) ele teria que falar conosco. Vamos aguardar para ver. Claro que a gente fica preocupado, mas vamos acreditar que o Cruzeiro ainda é o Cruzeiro de Belo Horizonte”, disse.

Fabrício Bruno, 22 anos, foi um dos principais jogadores do Verdão nas últimas duas temporadas. No início do ano, o clube do Oeste catarinense conseguiu prorrogar o empréstimo junto ao Cruzeiro até dezembro de 2019.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Reservas da Chape levam duas bolas na trave e ficam no empate com o Metrô fora
Calendário cheio para o futebol feminino da Chapecoense
Começa o rodízio na Chapecoense. Reservas encaram o Metropolitano
Luciano Gusso valoriza entrega da Chape e projeta evolução da equipe
Avaí larga na liderança do Catarinense. Chape e Figueira dividem o 2º lugar
Wellington Paulista salva a Chapecoense! Vitória na estreia: 1 a 0
Nenén pendura chuteiras, vai trabalhar na base da Chape e terá jogo de despedida
Missão da Chape no Catarinense: buscar neste ano o que perdeu em 2018
Dois empates abrem o Catarinense. Primeira rodada termina nesta quinta
Rodízio de time, estreia, objetivo, contratações. Confira o que diz o técnico da Chape