Gaeco realiza Operação Encarcerados e cumpre 28 mandados em Chapecó

Ação ocorre desde o início da manhã desta terça-feira (4) em Chapecó e outras cidades do Estado. Mais de 130 mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em SC e em outros quatro estados e apura atuação de facção criminosa paulista em SC

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou, na manhã desta terça-feira (4), a Operação Encarcerados, com o cumprimento de centenas de mandados de busca e também de prisão em SC e outros quatro estados.


O foco é o combate a uma facção criminosa paulista e busca identificar e prender as lideranças desta organização em Santa Catarina.


Conforme o Ministério Público, a investigação durou cerca de quatro meses e foi conduzida pela Promotoria de Segurança Pública de Chapecó. Durante a investigação, foram identificados dezenas de faccionados que atuam no estado, inclusive dentro de unidades prisionais.

 

>> Leia as últimas notícias de Chapecó e região << 


Quantos mandados foram cumpridos?


Ao todo foram 130 mandados de prisão e também de busca e apreensão emitidos. Foram 52 mandados de prisão e outros 52 mandados de busca e apreensão cumpridos em Santa Catarina.


Equipes do Gaeco também cumpriram mandados em Chapecó, inclusive dentro da Penitenciária e Presídio Regional da cidade. Em Chapecó foram 14 mandados de prisão cumpridos e outros 14 mandados de busca e apreensão.

 

Onde foram cumpridos?


A operação Encarcerados cumpriu 130 mandados, 66 mandados de prisão preventiva e 64 de busca. Sendo 100 em Santa Catarina, nas cidades de Chapecó, Capinzal, Joinville, Florianópolis, São Pedro De Alcântara, Itajaí, Campo Erê e São Cristóvão o Sul.


Também foram cumpridos outros 30 mandados em Foz do Iguaçu, Umuarama (PR), Junqueirópolis (SP), Dourados e Aparecida Do Taboado (MS) e Maceió (AL). As buscas e os mandados de prisões foram cumpridos em residências e também dentro de unidades prisionais onde alguns dos investigados estão presos.

 

Objetivo


Conforme o MPSC, o foco da operação é o combate a atuação de uma facção criminosa de São Paulo, buscando identificar e prender as lideranças da organização que atuam em território catarinense.


“A investigação também focou na organização, integração das lideranças, gestão de recursos (dinheiro, drogas e armas) e expansão da Facção Paulista em nosso Estado. Durante o acompanhamento, além da identificação das lideranças, foram obtidas informações acerca de diversos crimes praticados pelo grupo criminoso, incluindo identificação de um homicídio no interior do sistema prisional de Joinville e tortura praticada contra uma mulher na cidade de Florianópolis”, informou o MPSC.

 

Quem participou da operação?


A operação foi coordenada pelo Gaeco, que é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Secretaria Estadual da Fazenda, com o apoio da Polícia Militar e Departamento de Administração Prisional.


Apreensões


Na avaliação do Promotor de Justiça Alessandro Rodrigo Argenta, coordenador do GAECO de Chapecó, a operação teve seu objetivo foi plenamente cumprido. "Foram apreendidas centenas de manuscritos que comprovam os vínculos da facção criminosa e, dentro das unidades prisionais, 10 telefones celulares que agora serão periciados. Também obtivemos a transferência de duas lideranças identificadas do Presídio de Foz do Iguaçu para penitenciária de segurança máxima", informa o Promotor de Justiça.

 

Operação Encarcerados


A operação recebeu este nome devido ao fato de que uma uma parcela significativa dos investigados estão presos em unidades prisionais de SC. “No cenário nacional dez Grupos do GAECO também deflagraram operações similares de enfrentamento às facções criminosas, com diligências em quinze unidades da Federação”, informou o Ministério Público.


SJC se manifesta sobre operação


Por meio de nota enviada à imprensa na manhã desta terça-feira (4), a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC-SC) e o Departamento Estadual de Administração Prisional (DEAP-SC) informaram que a operação Encarcerados, realizada pelo Gaeco, cumpriu mandados em 11 unidades prisionais de SC. “Os alvos da ação são integrantes de uma facção criminosa e o Departamento Estadual de Administração Prisional (DEAP-SC) está apoiando mediante a realização de revistas nas celas para possibilitar o cumprimento dos mandados de busca e apreensão”, informou em nota.


A SJC detalhou ainda que os mandados de prisão e também de buscas foram cumpridos nas seguintes unidades: Penitenciária Agrícola de Chapecó, Penitenciária Industrial de Chapecó, Presídio Regional de Chapecó, Penitenciária da Região de Curitibanos, Presídio Feminino de Florianópolis, Penitenciária de Florianópolis, Complexo Penitenciário do Estado, Penitenciária de Itajaí, Presídio Feminino de Itajaí, Presídio Regional de Joinville e Penitenciária de Joinville.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Operação Rodovida flagra 74 motoristas embriagados em apenas seis horas
Menos homicídios e 100% de crimes esclarecidos em Chapecó
Especialização das investigações e o aumento no número de prisões em Chapecó e região
Polícia Civil prende casal suspeito de traficar cocaína em Xaxim
Maconha e dinheiro são apreendidos com mulher e adolescente em Chapecó
Homem é agredido com facada no ombro em Xanxerê
Assaltantes roubam mercado em Guatambu
Com drogas nas roupas, adolescente é apreendido em Chapecó
Cinco pessoas são presas em operação contra o tráfico no Oeste
Seis pneus contrabandeados são apreendidos em Quilombo