Governador assina nomeação de 911 professores concursados em SC

Carlos Moisés da Silva assinou o ato nesta quarta-feira (9)

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) cumpriu com uma promessa de campanha e assinou, na tarde desta quarta-feira (9), a nomeação de 911 professores efetivos para a rede estadual de ensino.  Ele iniciam em fevereiro.

Inicialmente a assessoria de comunicação do governo havia anunciado que seriam mil professores concursados, mas às 22h corrigiu a informação dizendo que na verdade o número é de 911 professores que serão nomeados.

A medida foi anunciada por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais direto da sede da Secretaria de Estado da Educação (SED), no Centro de Florianópolis, ao lado da vice-governadora Daniela Reinehr, do secretário da pasta, Natalino Uggioni, e do secretário da Casa Civil, Douglas Borba.
Os mil professores efetivos substituirão ACTs (Admitidos em Caráter Temporário) que seriam contratados em 2019.

“É um processo que vem a somar com a qualidade de ensino. Dessa forma, o professor pode ter uma relação mais estável com o aluno. Nosso objetivo é de incluir aqueles que estão abandonando a escola, trazendo inovação para o ambiente educacional”, disse Moisés.

O edital de convocação traz o nome dos professores chamados e o local de trabalho a partir de 1º de fevereiro, quando tomam posse. Os futuros docentes fazem parte de um grupo aprovado em concurso público em 2017. A chamada dos professores havia sido anunciada em outubro de 2018.

Acompanhe as notícias de Chapecó e região

Proximidade

Ainda durante o ato de assinatura, a vice-governadora salientou que muitas vezes os professores representam o primeiro elo das crianças com a sociedade e uma referência para toda a vida.

Também na oportunidade, o secretário Natalino aproveitou para apresentar a sua secretária-adjunta, Carla Bohn, que atuará ao seu lado com o objetivo de melhorar a qualidade da educação e trazer mais inovação para as salas de aula.

“A expectativa maior é promover uma educação de excelência para os alunos da rede pública estadual e, em paralelo, proporcionar elementos facilitadores ao trabalho docente, com auxílio de novas tecnologias”, destacou a secretária-adjunta.

Atualmente, a SED conta com 40.749 servidores ativos, sendo 36.674 destes professores, entre efetivos e temporários.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Décio Lima: As eleições municipais são o marco para recuperar a nossa imagem
Fórum da Mulher Vereadora elege nova diretoria
Vereadores rejeitam projeto de horário livre para o comércio em São Miguel do Oeste
Vereadores fazem requerimentos de informação em São Miguel do Oeste
Legislativo aprova obrigatoriedade de cardápios em Braille em estabelecimentos de Chapecó
Acamosc tem novo presidente do Fórum dos Secretários e Diretores
Auto Viação Chapecó tem proposta financeira aprovada em licitação
Grande Oeste unido para destravar gargalos de infraestrutura
Reunião de trabalho debate proibição de canudos plásticos em Chapecó
Governo federal confirma R$ 10,6 milhões para aeroporto de Chapecó