Homem é condenado por se passar por amigo de dono de loja em Xaxim

Ele se fez passar por amigo do dono de uma loja de materiais de construção

Um homem acusado de aplicar um golpe de quase R$ 500 em materiais de construção, ao se passar por um conhecido do dono do estabelecimento furtado, foi condenado a um ano de reclusão em regime semiaberto, além de 10 dias-multa. A 2ª Câmara Criminal confirmou a condenação da comarca de Xaxim.

De acordo com os autos, o réu ligou para uma empresa de materiais de construções fazendo-se passar por seu ex-patrão, proprietário de uma transportadora, pois tinha a informação de que os dois empresários eram amigos.

>>> Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Simulando intimidade, ele contou à vítima que um muro de sua casa havia caído e pediu permissão para enviar um suposto funcionário a fim de apanhar os materiais necessários, com a promessa de depois pagar. Vinte dias após o fato, quando foi cobrar a dívida do amigo, a vítima soube que tinha sido enganada.

Em sua defesa, o réu alegou prescrição do crime, mas o desembargador Norival Acácio Engel, relator do acórdão, ressaltou que houve suspensão do processo por período considerável e não se completou o prazo prescricional. A decisão foi unânime.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Balcão de Empregos divulga datas de entrevistas em Chapecó
Usuários do transporte coletivo com deficiência passam ser atendidos no centro de Chapecó
Polícia prende dois por suspeita de tentar latrocínio em Chapecó
K9 da Polícia Civil de Chapecó completa seis meses de atuação
Trabalhador fica ferido após cair de escada em Faxinal dos Guedes
Motociclista fica ferido após acidente em Chapecó
PRF apreende 7,5 mil maços de cigarro contrabandeado em Cunha Porã
Mais de 2,8 mil unidades sem luz em Chapecó
Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem entrar com recurso
Casa é destruída por incêndio em Dionísio Cerqueira