Homem é condenado por se passar por amigo de dono de loja em Xaxim

Ele se fez passar por amigo do dono de uma loja de materiais de construção

- Publicidade -
 

Um homem acusado de aplicar um golpe de quase R$ 500 em materiais de construção, ao se passar por um conhecido do dono do estabelecimento furtado, foi condenado a um ano de reclusão em regime semiaberto, além de 10 dias-multa. A 2ª Câmara Criminal confirmou a condenação da comarca de Xaxim.

De acordo com os autos, o réu ligou para uma empresa de materiais de construções fazendo-se passar por seu ex-patrão, proprietário de uma transportadora, pois tinha a informação de que os dois empresários eram amigos.

>>> Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Simulando intimidade, ele contou à vítima que um muro de sua casa havia caído e pediu permissão para enviar um suposto funcionário a fim de apanhar os materiais necessários, com a promessa de depois pagar. Vinte dias após o fato, quando foi cobrar a dívida do amigo, a vítima soube que tinha sido enganada.

Em sua defesa, o réu alegou prescrição do crime, mas o desembargador Norival Acácio Engel, relator do acórdão, ressaltou que houve suspensão do processo por período considerável e não se completou o prazo prescricional. A decisão foi unânime.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Ricardo Casagrande assume como Delegado Regional em Chapecó
Gestante em trabalho de parto é transferida para Concórdia pelo helicóptero do Sara/Saer-Fron
Motociclista tem fratura no braço e perna após acidente em Pinhalzinho
Jornal do Almoço amplia espaço para região de Chapecó
Motorista perde controle da direção, sai da pista e bate em árvore em Descanso
Depósito é destruído pelo fogo em Chapecó
“Meu propósito foi cumprido e agora é hora de começar outro ciclo”, diz delegado Wagner Meirelles
Incêndio atinge galpão, máquina agrícola, carro e casa no interior de Chapecó
Curso sobre direito à moradia digna é ministrado em Chapecó
Carro capota no centro de Chapecó