Mais de 760 animais castrados pela Ong Amigos dos Bichos em 2018

Atuação da ONG é em parceria com a Prefeitura de Chapecó e foca no controle populacional de animais de rua e de famílias de baixa renda. Em sete anos de convênio, mais de 5,5 mil animais foram castrados

A castração é o método mais eficiente para ajudar a diminuir a população de animais abandonados que cresce em Chapecó.

É através do controle da reprodução indiscriminada de cães e gatos que esse problema poderá ser minimizado, aliado a políticas de bem-estar animal e a efetivação da legislação que prevê punição para quem abandona ou maltrata esses animais.

E nesse quesito de controle populacional e de zoonoses, a ONG Voluntários Amigos dos Bichos divulgou que em 2018 foram castrados 764 cães e gatos, entre animais de rua e de famílias de baixa renda (com ganhos de até dois salários mínimos). Conforme a ONG, só no mês de dezembro foram esterilizados 60 animais (entre cães e gatos).

O trabalho de controle populacional e de zoonoses (doenças transmissíveis de animais para humanos) realizado pela ONG é feito em parceria com a Prefeitura de Chapecó, que repassa uma verba mensal de R$ 12 mil para a atividade, totalizando um recurso de R$ 105 mil ao ano.

Nestes valores recebidos pela ONG também estão inclusos os tratamentos de TVT (Tumor Venéreo Transmissível), sarna, tumores de mama e outras doenças com que os animais alguns chegam ao Cepa, onde ficam durante todo o período de recuperação (cerca de 7 dias). O valor também contempla os custos com transporte, alimentação, material de limpeza e outros gastos para a manutenção dos trabalhos.

 

Ações para arrecadar recursos

 

Este valor repassado pela Prefeitura representa metade dos gastos anuais da ONG nos trabalhos feitos nas comunidades mais carentes da cidade e com animais de rua.


Para arrecadar o restante do valor necessário para a continuação dos trabalhos, a ONG promove ações como bingo, brechó, venda de calendário, também busca recursos com outras entidades públicas como Ministério Público e Judiciário, além de doações de empresas e da comunidade de Chapecó.

 

Reflexos para o futuro

 

Conforme a ONG Voluntários Amigos dos Bichos, a castração destes 764 animais evitará o nascimento de pelo menos 7.640 filhotes que não terão lares adequados e poderão ser vítimas de maus-tratos nas ruas de Chapecó. Muitos ainda nem sobreviverão a doenças e falta de cuidados.

A projeção para os próximos 10 anos é ainda mais impressionante, quando estes 764 animais castrados deixarão de dar origem a mais de 76 mil filhotes indesejados. E aí? Você ainda tem alguma dúvida que a castração é o melhor caminho?

 

 

Mais de 5,5 mil animais castrados em 7 anos

 

Conforme dados da ONG, desde o início da parceria com a Prefeitura em 2011 e com o início das atividades no Centro de Esterilização de Pequenos Animais (Cepa), inaugurado em 2012, já foram mais de 5,5 mil animais castrados.


Esse trabalho impediu que, em uma projeção de 10 anos de vida reprodutiva dos animais, pelo menos meio milhão de filhotes indesejados venham ao mundo.

 

Média de castrações anuais


De 2011 a 2018, a ONG mantém uma média de castrações de mais de 700 animais. O ano em que houve mais animais esterilizados foi em 2014, quando 825 cães e gatos passaram pelo Cepa.

 

Incentivo a adoção e guarda responsável


Além do controle populacional, a Amigos dos Bichos também divulga os animais que são castrados e são colocados para adoção. Em sete anos, foram 1.315 animais encaminhados para a adoção.

Também são realizadas atividades para conscientização sobre os animais comunitários, guarda responsável e políticas contra maus-tratos.

 

 

1 COMENTÁRIO(S)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Outono chega com temperatura mais agradável em Santa Catarina
Criança de 10 anos é atacada por cão em Maravilha
Carreta bate em muro e arranca fios de energia elétrica em Modelo
Caixa tem novo superintendente regional no Oeste
Casal comemora 36 anos de casamento em hospital, em Xanxerê
CDL Jovem Chapecó tem nova diretoria
Professores recebem formação sobre a Escola da Inteligência em Chapecó
Chapecó Criança reinicia atividades com foco no Lixo Zero
Caminhão estraga na rótula da BRF e causa transtornos na entrada do Bairro Efapi
Paciente com insuficiência respiratória é transferido para Chapecó