MDB terá a maior bancada de deputados na Alesc a partir de 2019

PSL elegeu seis deputados enquanto o PSD reduziu de nove para cinco representantes

Audrey Piccini
politica@diariodoiguacu.com.br

A Assembleia Legislativa terá nova configuração partidária a partir de janeiro de 2019, muito em função do efeito Jair Bolsonaro (PSL). O partido, que não tinha nenhum deputado estadual passará a contar com seis representantes na próxima legislatura. PV, PRB, PSB e PR aumentaram a representatividade.

A nova configuração da Alesc conta com número maior de partidos com assentos na casa. Na legislatura atual são 11 siglas, a partir de 2019 serão 12. Podemos e PCdoB perderam representantes ao passo que PV, PRB e PSL elegeram deputados. A formatação do Parlamento ficou mais fragmentada, com partidos com número parecido de representantes o que deve impactar diretamente na eleição da mesa diretora.

Últimas notícias

Composição

As mudanças na composição serão visíveis no plenário. O MDB segue tendo o maior número de deputados, mas inicia 2019 com um a menos, contará com nove cadeiras. O PSL tem a segunda maior bancada com seis deputados, seguido de perto pelo PSD com cinco. A sigla viu a bancada enxugar e perdeu quatro cadeiras nessa eleição.

O PT também perdeu uma cadeira e a partir de janeiro terá quatro deputados. PP, PR e PSB tem três deputados cada. O PP perdeu uma cadeira, o PSB ganhou uma e o PR terá duas a mais do que atualmente.

O PSDB que tinha quatro deputados passará a ter dois, o PDT ganhou uma cadeira e terá dois deputados. O PRB e o PV conquistaram um deputado cada e o Podemos perdeu os dois que tem hoje. O PCdoB também não terá representação na Alesc em 2019.

As maiores bancadas estão nas maiores cidades. Florianópolis elegeu seis deputados enquanto Joinville tem três representantes. Chapecó, que chegou a ter cinco deputados ao mesmo tempo, a partir de janeiro terá dois: Altair Silva (PP) e Luciane Carminatti (PT). A professora Ana Caroline Campagnollo (PSL) morou na cidade mas hoje tem residência e trabalho em Itajaí, onde também é vice-presidente do PSL local.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

16 políticos do Oeste são diplomados e podem assumir os mandatos em 2019
Diplomação dos eleitos tem oito políticos com contas desaprovadas pelo TRESC
João Rodrigues não será diplomado como deputado federal
Governo de SC apresenta nova diretora do Detran
Moisés anuncia Valdez Venâncio para o Instituto do Meio Ambiente
Luciane Carminatti tem prestação de contas rejeitada pelo TRESC
Ana Carolina Campagnolo tem contas rejeitadas pelo TRESC
Célia Iraci da Cunha será Procuradoria-Geral do Estado
Moisés anuncia Ricardo Gouvêa para Secretaria de Agricultura
Todos sofreram com o tsunami do 17, diz Amin