Nhoque de Uva Doce é o vencedor do concurso Receitas de Família

Dona Neuza Bertollo, 54 anos, aprendeu a preparar o prato com a sua avó, que trouxe a receita da Alemanha

- Publicidade -
 

Nadia Michaltchuk

nadia@diariodoiguacu.com.br

Chapecó

Um projeto que resgata emoções, memórias afetivas e laços familiares. Seu objetivo é valorizar alimentos simples, porém nobres, que fazem parte da mesa de todos. Através de um concurso culinário, o Receitas de Família reuniu 37 receitas em um livro. A ação foi desenvolvida pela Secretaria de Assistência Social de Chapecó nos últimos quatro meses.

O projeto envolveu mulheres de diferentes Centros de Referência de Assistência Sociais (CRAS) de Chapecó. Foram seis etapas eliminatórias, onde as participantes representaram seus grupos nos CRAS e apresentaram suas receitas aos jurados. A última eliminatória aconteceu nesta terça-feira (12), no Centro Social do bairro Saic.

A última etapa contou com sete receitas selecionadas ao longo do projeto. O primeiro lugar ficou para o Nhoque de Uva Doce, feito pela participante Neuza Bertollo, em segundo lugar vem a Sopa Paraguaia da participante Sueli Tasca Zeni e em terceiro lugar o Biscoito de Fubá Assado da dona Maria Ereni de Lima.

Participaram da mesa de jurados o Personal Chef, Rafael Fernandes, o Chef Internacional de Cozinha, Isaac Tesser Felix e a Personal Chef, Ana Luiza Teixeira. Também foram jurados a Presidente da Fundação Aury Bodanese, Isabel Machado e a Professora do Curso de Gastronomia da Unochapecó, Marta Nichelle Amaral.

Da Alemanha para Chapecó

A Alemanha estava em guerra quando os avós de dona Neuza Bertollo, 54 anos, fugiram rumo ao Brasil. Foram quatro meses de viagem em um barco à vela. Quando enfim pousou em terras brasileiras, o casal trouxe uma receita ensinada por seus pais: o Nhoque de Uva Doce. Daí em diante, o prato passou de avó para mãe e de mãe para filha até chegar na última etapa eliminatória do projeto Receitas de Família.

Diferente dos outros pratos do projeto, essa receita carrega uma história contada por pelo menos quatro gerações de mulheres. Esse foi um dos motivos que levaram dona Neuza a receber o primeiro lugar no concurso culinário.

Para o jurado Isaac Tesser Felix, o grande diferencial do prato de dona Neuza é a técnica utilizada e a história por trás da receita. “Ela usou uma técnica complicada, que veio somada à história da família dela. Ela preservou ao máximo a estrutura do prato original. Esse prato trouxe uma valorização muito grande de ingredientes que nós encontramos com facilidade e é extremamente artesanal”, avalia o chef. 

Com humildade, dona Neuza comemorou a vitória e disse que todas as participantes são vencedoras. “Eu estou muito feliz por ter ganhado o primeiro lugar, mas as outras também estão de parabéns por ter participado. No início eu estava muito nervosa, agora só estou feliz”, conta.



Fotos: Nadia Michaltchuk

Sopa em forma de bolo

Dona Sueli Tasca Zeni, 65 anos, ganhou o segundo lugar do Receitas de Família com uma receita curiosa: a Sopa Paraguaia. Embora se chame Sopa Paraguaia, a receita é um bolo de milho, muito conhecido no Paraguai e Mato Grosso do Sul.

Ela aprendeu sozinha, há cinco anos, em um programa de rádio. Ao contar sobre a sua receita, dona Sueli resgata um pouco da história. “Essa receita é muito antiga, da época dos tropeiros. Eles precisavam de algo que sustentasse e não estragasse no caminho”, conta.

Além de ser muito saborosa, a receita é nutritiva e agrada a todos da família de dona Sueli. “Eu sempre faço para o meu marido e filho. Eles gostam muito. Quando comemos no almoço, não sentimos mais fome durante à tarde”, diz.  


Fotos: Nadia Michaltchuk

Biscoito igualzinho ao da mãe

A terceira colocada ganha o sustento através do seu grande orgulho: a cozinha. Dona Maria Ereni de Lima, 43 anos, aprendeu os truques culinários com a mãe e aplica todos os dias em sua profissão. Foi através desses ensinamentos que seu famoso Biscoito de Fubá fez sucesso no Receitas de Família.

Esse é um dos seus pratos preferidos devido à simplicidade da receita. Ela aprendeu ainda quando era criança e hoje prepara para toda a família. “O meu segredo é o amor”, revela a cozinheira. 

Maria passou seus conhecimentos para as duas filhas. A mais nova, Claudia, 12 anos, ajuda a mãe a preparar algumas receitas. A filha mais velha, Natiele, 24 anos, apesar de ter seguido a carreira como cabeleireira, também aprendeu muitas coisas com a mãe. 

A cozinheira conta que, no dia em que participou do Receitas de Família pela primeira vez, recebeu a visita de um padre, que abençoou o prato e disse que ela iria ser uma das vencedoras. Hoje, dona Maria comemora o terceiro lugar com orgulho. 

Fotos: Nadia Michaltchuk

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escola ensina os numerais de forma divertida em Chapecó
Caixa antecipa pagamento da 3ª fase do calendário das cotas do PIS
PM de Chapecó procura dono de teclado suspeito de ser objeto de furto
Equipe de robótica de Chapecó disputa torneio no Maranhão
Homem fica gravemente ferido ao ser atropelado em Iraceminha
PM de Chapecó recebe viatura nova
Idosa com AVC hemorrágico é transferida para Chapecó
15 mil pessoas são esperadas para o Natal Luzes, em São Domingos
Motociclista atropela cachorro na BR-282 em Chapecó
Rede Quero-Quero traz grupo Os Serranos a Chapecó