Polícia Civil e PRF falam sobre “rachas” em São Miguel do Oeste

Rachas estariam acontecendo na Avenida Willy Barth. Trabalho entre os órgãos está sendo conjunto

- Publicidade -
 

Em coletiva à imprensa nesta quarta-feira (12), a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil falaram sobre o trabalho conjunto para apurar uma suposta prática de “rachas” na Av. Willy Barth, em São Miguel do Oeste. Segundo informou a polícia, alguns condutores estão utilizando a via pública para promover corridas.

Segundo a polícia, esta conduta expõem os condutores a riscos, gera situação de perigo aos demais usuários da rodovia e possibilita a acidentes graves. Para casos como este, segundo a polícia, a multa de trânsito é considerada gravíssima e o valor é de R$ 2.934,70 caso o condutor seja flagrado participando de corrida em via pública.

>>> Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Na coletiva foram apresentados os números referentes aos acidentes de trânsito ocorridos nos últimos 12 meses na Willy Barth. A PRF registrou mais de 60 acidentes apenas no trecho urbano de São Miguel do Oeste. Houve o registro de sete colisões contra postes de energia elétrica, sendo que em seis desses acidentes havia indícios de ingestão de álcool ou de excesso de velocidade.

Segundo a PRF, o fator humano ainda é o principal causador de acidentes no trecho, sendo que a imprudência, o excesso de velocidade e a ingestão de álcool estão relacionados em cerca de 95% dos acidentes.

Investigação

No início de agosto, após um veículo bater contra um poste, gerando um prejuízo de aproximadamente 17 mil reais, a PRF recebeu informações de que o veículo acidentado estaria disputando um racha em via pública.

Diante dessa suspeita inicial, foi realizado o levantamento das imagens de câmeras de monitoramento, que foram compartilhadas com a Polícia Civil, que instaurou inquérito policial com o objetivo de investigar o fato. Atualmente, no Inquérito Policial, encontram-se sob investigação os crimes de racha, dano ao patrimônio público e de afastar-se do local do acidente para fugir da responsabilidade penal ou criminal.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

R$ 18 milhões liberados para começar obras da BR-282 de Chapecó a São Miguel
OAB terá eleições na próxima quarta-feira (28)
Biblioteca Neiva Maria Andreatta Costella completa 78 anos em Chapecó
Projeto promove inclusão social de pessoas com deficiência em Chapecó
Jovem de 24 anos morre em acidente em Pinhalzinho
Homem que matou mecânico em Chapecó é condenado a 12 anos de prisão
Polícia procura donos de bicicletas furtadas em Chapecó
Terça–feira será de tempo seco e sol em Santa Catarina
Verde Vida é parceiro do projeto Pátio Verde de Chapecó
Cavalo morre após acidente em Ponte Serrada