Policial Civil é condenado por desvio de cargas

Homem foi condenado a 87 anos de prisão. Outras seis pessoas foram condenadas pelo crime

- Publicidade -
 

Nesta quarta-feira, sete pessoas foram condenadas por estarem envolvidas em um esquema de desvio de cargas. A sentença foi proferida pela Justiça de São Miguel do Oeste.

>> Últimas notícias <<

Segundo informações do Portal Oeste Mais, entre os envolvidos está um policial civil que trabalho em Ponte Serrada e Vargeão. De acordo com a sentença, o ex-policial foi condenado à 87 anos e seis meses de prisão, em regime inicialmente fechado. Ele também terá que pagar 875 dias-multa, cada um no valor de 1/15 do salário mínimo vigente.

O crime

De acordo com o Portal Oeste Mais, a condenação foi por organização criminosa e envolvimento em dez casos de furto qualificado. Os envolvidos inseriam dados falsos ou facilitavam a inserção de informações falsas no sistema da administração pública.

>> Leia mais matérias <<

Os envolvidos comunicavam furtos e roubos de centenas de toneladas de cargas, de produtos como açúcar, soja, madeira, chocolate e adubo, para depois vender os produtos desviados a receptadores. O policial e dois acusados estão presos e aguardam a sentença. Um dos participantes do crime, segundo o Portal, está foragido. Os outros quatro respondem o processo em liberdade.

A condenação foi por organização criminosa e envolvimento em dez casos de furto qualificado, inserindo dados falsos ou facilitando a inserção de dados falsos nos sistemas da administração pública.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é condenado a 29 anos de prisão em Chapecó
Homem é preso após furtar carrinho de mão em Chapecó
Ao estacionar carro em garagem, mulher é assaltada em Chapecó
Torcedores do Corinthians são detidos com maconha em Chapecó
40 policiais militares participam da operação 4 Mil em Chapecó
Escola é assaltada em Chapecó
Advogado é morto a tiros em Guaraciaba
Mulher é agredida por irmã em Xanxerê
Mãe e filha são vítimas de violência doméstica em Chapecó
Três são presos em operação de polícias de Pinhalzinho