Poupança tem melhor resultado para novembro em quatro anos

A poupança voltou a atrair recursos mesmo com a queda de juros. Isso porque o investimento voltou a garantir rendimentos acima da inflação, que está em queda.

- Publicidade -
 

Depois de ter registrado retirada líquida (mais saques que depósitos) em outubro, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse dos brasileiros em novembro. No mês passado, a captação líquida (depósitos menos retiradas) somou R$ 3,92 bilhões, informou hoje (6) o Banco Central. O resultado é o melhor para meses de novembro desde 2013, quando os depósitos tinham superado as retiradas em R$ 6,38 bilhões.

>> Acompanhe as últimas notícias <<

Apesar do desempenho positivo em boa parte deste ano, as retiradas continuam maiores que os depósitos em 2017. De janeiro a novembro, a caderneta de poupança registrou saques líquidos de R$ 2,25 bilhões. Mesmo assim, esse foi o melhor resultado para o período desde 2014, quando a aplicação tinha registrado captações líquidas de R$ 18,61 bilhões.

Até 2014, os brasileiros depositavam mais do que retiravam da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrirem dívidas, num cenário de queda da renda e de aumento de desemprego.

Em 2015, R$ 53,5 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões.

>>  Veja mais notícias de economia <<

Nos 12 meses terminados em novembro, a poupança rendeu 6,43%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)-15, que funciona como uma prévia da inflação oficial, acumula 2,77% no mesmo período, no menor nível para o período desde 1999. Na sexta-feira (8), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga o IPCA cheio de novembro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Fort Atacadista vai inaugurar loja em Chapecó na próxima semana
Lac Lélo abre capital societário para acelerar crescimento
Exportações de carne suína chegam a 278,3 mil toneladas no 1º semestre
Cesto de produtos básicos custa R$ 1,3 mil neste mês em Chapecó
Colaboradores da BRF aprovam suspensão de contratos em Chapecó
Micro e pequenas empresas contribuem para amenizar os impactos da crise
Bilhetes da Loteria Federal apresentam pontos turísticos de Chapecó
Chapecó entre as 30 melhores cidades do Brasil em desenvolvimento socioeconômico
Anúncios sobre reestruturação feitos pela BRF causam preocupação na cidade e no campo
Produtores de noz-pecã participam de encontro técnico