Prefeitura de Marema se pronuncia após atropelamento de ex-vereador

Um servidor público da prefeitura de Marema atropelou um ex-vereador na tarde de terça-feira (12) que morreu na hora.

- Publicidade -
 

A prefeitura de Marema se manifestou por meio de uma nota, ainda nesta terça-feira (12) a respeito do atropelamento que matou o ex-vereador Alcides dos Santos de 43 anos – popularmente conhecido como Índio. O fato ocorreu na rodovia SC-156 em Lajeado Grande na saída para Marema.

Em nota eles confirmaram que o atropelamento de fato envolveu um carro da prefeitura e o carro era conduzido por um servidor do município de Marema e que estava regularmente habilitado para o desempenho do cargo.

>>> Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Ainda conforme a nota, o servidor estava a caminho de Xanxerê para transportar um paciente que recebeu alta hospitalar. A polícia tomou as providencias relativas ao caso e o servidor, foi apresentado para as autoridades, para esclarecimentos.

“Relativamente ao serviço público exercido pelo servidor, o Município instaurou procedimento administrativo próprio para, posteriormente, tomar as providências que o caso requer; O servidor, preventivamente, foi afastado das funções, até decisão definitiva com fundamento no procedimento administrativo. O Município de Marema/SC lamenta profundamente o ocorrido, ficando a disposição da comunidade e da família para o auxílio possível, assim como para os esclarecimentos necessários à Polícia e à Justiça” concluía a nota.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Casa é destruída por incêndio no Jardim do Lago
Epagri inaugura laboratório de sanidade animal em Chapecó
Homem cai de telhado e fica preso em forro de empresa em Planalto Alegre
Casal morre após acidente em Águas de Chapecó
Apontador de Estrelas fará observação do céu hoje
Casa é parcialmente destruída por incêndio em SMO
Homem bebe em bar, sai sem pagar e é preso por furto de carro
Enquanto andava, caminhão pega fogo na BR-282 em Descanso
Casa e carro são destruídos pelo fogo em Chapecó
“O que vou fazer em casa o dia inteiro?”