Preservação e educação ambiental presentes na EFAPI 2017

Espaço reúne vários órgãos envolvidos com a preservação e conscientização ambiental

Um espaço que reúne diversos órgãos que atuam para a conscientização ambiental está na entrada do Parque de Exposições Tancredo Neves durante a EFAPI 2017 – 50 Anos. O estande da Polícia Militar Ambiental apresenta atrações para adultos e crianças.

Integram o local também o Ministério Público de Santa Catarina, Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Secretaria de Infraestrutura Urbana, Unochapecó, Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Grupo de Apoio a Gestão do Parque Estadual das Araucárias (Grimpeiros), Ecosol, Fórum de Resíduos Sólidos e Comitê de Bacia Hidrográfica.

Para fortalecer a parceria, os órgãos se reuniram no estande nessa semana. De acordo com o coordenador geral da EFAPI, Marcio Sander, a intenção é dar continuidade ao trabalho após a feira. “Um dos objetivos é criar alternativas para o Parque de Exposições e ocupá-lo com ações de conscientização e educação ambiental durante todo o ano”.

O comandante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental de Chapecó, tenente coronel Jorge Luiz Haack, ressaltou que após a feira será feito o plantio de mudas de árvores nativas. “O projeto está em andamento e o local e quantidade ainda serão definidos”.

Para o gerente regional da Fatma, Rafael Gasparini, a feira é um excelente local para trabalhar a conscientização ambiental. “Estamos num local privilegiado no parque, apresentando a atuação de cada um dos órgãos e esclarecendo dúvidas dos visitantes”.

A atuação conjunta para a sensibilização e conscientização antes da aplicação de multas foi enfatizada pelo promotor de justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CME) do Ministério Público de Santa Catarina, Paulo Antônio Locatelli.

“A nossa finalidade é atuar em caráter preventivo, o que facilita o trabalho de fiscalização e reduz as ações punitivas. O estande consolida o que já acontece fora da feira que é a atuação conjunta e integrada de todos esses órgãos”.

O subcoordenador da Comissão de Meio Ambiente da EFAPI, major Sadiomar Dezordi, destacou que foi feito um projeto de gestão de resíduos sólidos da feira, com orientação aos expositores e destinação adequada tanto para os materiais recicláveis e orgânicos quanto para os resíduos produzidos no setor agropecuário. “Durante a feira, além do trabalho de conscientização, estamos fazendo a fiscalização”, frisou.

 

ATRAÇÕES

No local, o público pode ver de perto viaturas da Polícia Militar Ambiental, embarcações apreendidas em operações contra a pesca irregular, além de receber mudas de plantas nativas e material informativo sobre a preservação ambiental.

Outro atrativo do espaço é o Túnel da Biodiversidade, organizado pela Unochapecó, onde é possível conhecer animais nativos do Estado, frutos de caça ilegal ou vítimas de acidentes nas estradas, que passaram por um processo de conservação. Espécies como o ratão do banhado, o guaxinim e o tucano estão em exposição.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais de 400 mil visitantes passaram pelos portões da Efapi 2017
Sorteios do Caminhão da Sorte atraem apostadores para a EFAPI 2017
Programação para os dois últimos dias da Efapi 2017
Viveiro Florestal da Unochapecó participa da Efapi 2017
Terceiro sorteio da campanha “100 anos, 100 prêmios” é realizado
Estande da Chape é sucesso na Efapi 2017
Definidas as fêmeas jovens campeãs da raça Holandesa na Efapi
Seminário Mercosul Cidadão será lançado nesta sexta-feira na Efapi
Ex-prefeitos são homenageados na Efapi 2017
Público canta os sucessos com a dupla Matheus & Kauan em Chapecó