Requerimentos polêmicos movimentam retorno do legislativo em Chapecó

Primeira sessão de 2019 teve pauta cheia, com destaque para a oncologia do Hospital da Criança, Fonplata e as ambulâncias da Secretaria de Saúde

A Câmara de Vereadores de Chapecó retomou as sessões legislativas nesta segunda-feira (11) com extensa pauta de indicações, moções, requerimentos e projetos de lei. O prefeito Luciano Buligon (sem partido) participou da abertura da sessão.

Buligon abriu a sessão falando sobre a importância da Câmara de Vereadores em legislar e fiscalizar. “Alegria de estar no nosso terceiro ano de mandato e poder contar com essa casa legislativa. Venho aqui pedir a ajuda, o auxílio, para que possamos fazer um ano melhor. No ano passado cada um defendeu a sua bandeira, o seu candidato, mas agora temos o compromisso com a nossa cidade, uma cidade cada vez melhor, e que tem nos seus poderes a representação de seu povo”.

“O ano vai nos oferecer alguns desafios, pretendemos criar a cultura de limpeza da nossa cidade que vai tornar Chapecó a cidade mais limpa da América Latina, por meio do projeto Lixo Zero. Não é política de governo, mas uma política de cidade. Quero pedir desculpa por alguma ofensa, que tenha feito por ventura, sem querer. Peço que possamos pensar na nossa cidade”, completou.

Os temas mais polêmicos, que foram lidos na sessão de ontem (11), e começam a tramitar nas comissões a partir de hoje, têm entre os mais apimentados, a situação da oncologia no Hospital da Criança exposta pelo ex-secretário de Saúde, Nédi Conci, o empréstimo realizado pela Prefeitura de Chapecó, no passado, junto ao Fonplata e informações sobre ambulâncias que estão à disposição da Prefeitura.

Últimas notícias

Hospital da Criança

Três requerimentos tem o objetivo de compreender a situação do serviço de Oncologia oferecido pelo Hospital da Criança, que é administrado pela Associação Lenoir Vargas Ferreira. Segundo declarações do ex-secretário de Saúde Nédio Conci, à rádio Chapecó e também ao Diário do Iguaçu, o serviço funciona de forma irregular e não deveria estar em funcionamento porque não oferece infraestrutura suficiente.

O vereador Cleiton Fossá (MDB) é autor dos três requerimentos que solicitam informações da Prefeitura de Chapecó e da Secretaria de Saúde e convida Nedio Conci para uma sessão ordinária com o objetivo de ampliar informações sobre as declarações dadas por ele à imprensa.

Fonplata

Fossá quer receber também, informações sobre a situação do financiamento realizado em 2007 pela Prefeitura de Chapecó com o Fundo de Financiamento para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata). Segundo o vereador o município está inadimplente com o Fundo e por esse motivo ele questiona quais são as dívidas da Prefeitura e também o valor correspondente aos juros.

Ambulâncias

 Já o vereador Neuri Mantelli (PRB) quer receber informações sobre a frota de ambulância disponível na Prefeitura de Chapecó. Questiona o ano e o modelo dos veículos, quantas são próprias, quais são utilizadas em deslocamentos para Florianópolis e se são utilizados veículos de terceiros.

Comissões

Em chapa de consenso, os vereadores aprovaram por unanimidade os nomes indicados para participar das comissões do legislativo. São três vereadores em cada uma delas. As funções de presidente, vice-presidente e secretário serão definidas durante a sessão de hoje.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Lula tem pena reduzida pelo STJ
Gilmar Mendes remete decisão de empossar João Rodrigues ao TSE
Alesc discute reforma administrativa
MDB de Santa Catarina define convenção estadual
Ex-prefeito de Dionísio Cerqueira tem bens bloqueados
Governo federal garante R$10 milhões para início das obras da Macroadutora do Rio Chapecozinho
Vereadores querem que Fidelis renuncie à presidência
MP investiga se deputada usou diárias para promover livro
Antonini diz que nada muda na Câmara por enquanto
Fidelis pode perder presidência se não reassumir o cargo