Sai zica, xô urucubaca, tchau Z4! Chape vence Atlético-PR e reage na Série A

Time do Oeste catarinense renova o gás no campeonato

Sai zica, xô urucubaca, tchau Z4. A Chapecoense reagiu na Série A do futebol brasileiro. Na noite desta quinta-feira, em jogo atrasado da 20ª rodada, o clube do Oeste catarinense venceu o Atlético-PR por 2 a 1, de virada. A mobilização criada na cidade a partir de uma ação do prefeito Luciano Buligon e as reuniões da diretoria com a comissão técnica e os atletas tiveram o efeito esperado.

Chapecoense x Atlético-PR começou em ritmo lento, mas melhorou após os 10 minutos. O jogo ficou mais movimentado, mas com poucas chances claras de gol. A iniciativa era dos anfitriões, que apostou nas jogadas pelas laterais. O atacante Victor Andrade foi quem mais deu trabalho à marcação atleticana. Faltou efetividade à equipe verde-branca.

A Chape voltou do intervalo com o propósito claro de pressionar, mas quem abriu o placar foram os paranaenses. Renan Lodi escapa pela esquerda e cruza para Pablo marcar de cabeça. O Verdão sentiu o gol e só voltou a ter força a partir da entrada de Bruno Silva, aos 20 minutos.

E foi do prata da casa, 18 anos, o lance da igualdade – Bruno Guimarães fez contra, aos 32: 1 a 1. O gol de empate renovou a confiança da torcida, e o Verdão foi nesse embalo para voltar a vencer. Já aos 42, mais uma vez Bruno Silva teve participação decisiva: ele cruzou para Leandro Pereira virar: 2 a 1.

O único representante de Santa Catarina voltou a ganhar depois de seis partidas – cinco pelo Brasileirão e uma pela Copa do Brasil. A Chape saiu do 19º lugar para o 16º, agora com 25 pontos, mandando o Vasco para a zona de rebaixamento. Os cariocas têm um duelo a menos, que é contra o Santos, fora de casa, no dia 27.

 

CHAPECOENSE 2x1 ATLÉTICO-PR

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros), Diego Torres (Yann Rolim) e Doffo (Bruno Silva); Victor Andrade e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira.

Atlético-PR: Santos; Diego Ferreira, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães (Plata) e Raphael Veiga (Bergson); Marcinho, Pablo e Rony (Matheus Rossetto). Técnico: Tiago Nunes.

Gols: Pablo (A), aos 15, Bruno Guimarães (C-contra), aos 32, e Leandro Pereira (C), aos 42 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Pablo e Diego Ferreira (A).

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa) e Alex Ang Ribeiro – trio de São Paulo.

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 13 de setembro de 2018.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

13 min – Atlético-PR: Raphael Veiga recebe passe de Wellington, domina e chuta rasteiro, com perigo. Jandrei segura firme, sem dar rebote.

14 min – Chapecoense: Victor Andrade fica com a bola na entrada da área e faz o giro para chutar. Finalização sai raspando a trave de Santos.

23 min – Atlético-PR: Bruno Guimarães cai na área após fazer fila, mas a bola sobra para Raphael Veiga, que bate para grande defesa de Jandrei.

36 min – Chapecoense: Falta perto da área. Diego Torres parte para cobrança direta e dá trabalho para Santos, que espalma para escanteio.

Segundo tempo

8 min – Chapecoense: Eduardo cruza para Leandro Pereira cabecear com endereço. A zaga desvia para fora, mas a arbitragem erra e dá tiro de meta.

GOL! 15 min – Atlético-PR: Renan Lodi descola cruzamento da esquerda, Pablo ganha de Nery Bareiro pelo alto e cabeceia no canto da meta defendida por Jandrei.

17 min – Atlético-PR: Em mais um ataque, Rony experimenta da entrada da área e obriga Jandrei a espalmar para fora, cedendo escanteio.

GOL! 32 min – Chapecoense: Bruno Silva é acionado por Canteros pela direita, entra na área e cruza rasteiro. Bruno Guimarães tenta cortar de carrinho, mas faz contra.

GOL! 42 min – Chapecoense: Bruno Silva não deixa a bola sair e levanta para o meio da área. Leandro Pereira surge na pequena área para testar em direção do fundo da rede.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense estuda processo contra La Calera. Federação do Chile descarta punição na Conmebol
Chape elogia comportamento dos torcedores do Unión La Calera na Arena Condá
Festa de quem veio de longe! Chape empata com La Calera e é eliminada na Arena Condá
Sem Wellington Paulista, Chape decide vaga na Sul-Americana com o La Calera
Atenção, torcedor da Chape! Acesso à Arena Condá terá mudanças na Sul-Americana
Agora é Sul-Americana: Chape precisa vencer para seguir na competição
Chape e Figueira empatam em jogo de pouco futebol e sem emoção em Chapecó
Chape recebe o Figueira em partida que vale a liderança do Catarinense
Chape retifica: bilheteria não poderá funcionar no dia do jogo na Sul-Americana
Claudinei coloca resultados à frente do nível das atuações e diz que Chape está sendo montada para Série A