Sem dívidas, Automóvel Clube Chapecó projeta construção de pista asfatalda

Nova direção é eleita em assembleia geral nesta semana

Assembleia geral realizada pelo Automóvel Clube Chapecó, nesta terça-feira (4), constou da prestação de contas, apresentação de relatório de atividades e eleição da diretoria para os próximos dois anos. Após um processo de saneamento financeiro do clube, que há quatro anos possuía dívidas superiores a R$ 300 mil, agora a diretoria se volta para tratativas quanto à construção de uma pista asfaltada que possa receber provas estaduais e nacionais.

Na prestação de contas, o presidente atual e que foi reeleito, empresário Valdir Moratelli, lembrou que em janeiro de 2015 a dívida total era da ordem de R$ 343 mil, incluindo parcelamentos pelo Refis, débito para o INSS e outras dívidas gerais do período 2009/2014. O dirigente salientou que há quatro anos, quando a diretoria assumiu, entre promover provas e sanear o clube, a opção foi pela regularização, até para eliminar o risco de perder o patrimônio.

Atualmente, conforme o balanço apresentado, o clube não possui qualquer débito e tem recursos em caixa na ordem de R$ 136 mil. As medidas de regularização incluíram a retirada de penhora judicial da área do autódromo, de 342 mil metros quadrados, após o pagamento dos débitos que existiam. Assim, hoje o clube possui todas as certidões negativas.

 

INTERTÍTULO

Autódromo

"Conseguimos passar essa etapa, regularizar o clube e, a partir de agora começa uma nova etapa, e a principal tarefa será implantar uma pista asfaltada", disse o presidente para os associados que compareceram à assembleia. Já foi realizada reunião com o presidente da Federação de Automobilismo de Santa Catarina (Fauesc), João Alfredo de Novaes, que veio a Chapecó no dia 20 de novembro e expressou a intenção de apoiar a construção de novo autódromo.

 

FAZER BOX

Nova diretoria

Além do presidente Valdir Moratelli, a nova diretoria do Automóvel Clube Chapecó teve escolhidos os demais dirigentes e conselheiros. O vice-presidente é Ronaldo Roratto, o primeiro secretário Adilson Vieira Roratto, o segundo secretário Marcos Matiewicz, o primeiro tesoureiro Luiz Renato Gonsales, o segundo tesoureiro Dilmar Zonta e o diretor esportivo André Moratelli. O Conselho Fiscal, presidido por Sérgio Antônio Migliorini, é integrado também por Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira, Johnny Marchese, José Antônio Marcon e Luiz Denardin, como titulares. Os suplentes são Carlos Roberto Zanella, Moacir Tiecher e Sílvio Henrique Moratelli.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Equipe feminina da Chapecoense vence e avança
Sub-17 do Concórdia perde título nos pênaltis
Concórdia apresenta mais cinco jogadores para a Segundona do futebol catarinense
Campeonato Brasileiro de Seleções de ligas de futsal é atração em Seara
É decisão! Concórdia recebe o Almirante Barroso na final da Segundona Sub-17
Vôlei feminino chapecoense encara campeão paraguaio e vice da Argentina em torneio
Copa Portal DI/Troféu Dávi Esportes tem mais uma rodada nesta sexta-feira
Chapecó recebe partidas pela primeira fase da Taça FCB de Basquete Feminino
Técnico Nazareno Silva aprova atuação do Concórdia em jogo-treino contra a Chapecoense
Projeto leva a prática do tênis a pessoas com deficiência física em Abelardo Luz