Sol volta a brilhar em Santa Catarina

Fim de semana deve ser de calor e pancadas de verão

- Publicidade -
 

Nesta sexta-feira, sol voltou a aparecer em Santa Catarina. A previsão do tempo da Epagri/Ciram indica sol com mais nuvens no Litoral. À tarde e noite, pancadas isoladas de chuva típicas de verão, especialmente no Litoral e áreas próximas. A temperatura estará em elevação, mais alta no Oeste.

O vento sopra de noroeste com variação para sul, fraco a moderado com rajadas no Litoral. Para o sábado e domingo, a previsão é de sol com algumas nuvens e pancadas de chuva de verão entre a tarde e noite. A temperatura estará alta em todo Estado.

Na segunda-feira o tempo fica mais encoberto com chuva no Oeste no decorrer do dia. Nas demais regiões, sol com aumento de nuvens e pancadas de chuva com trovoadas a partir da tarde. A temperatura ficará elevada com sensação de ar abafado.

>>Governador sanciona lei que libera cerveja com álcool nos estádios emSanta Catarina<<

Na terça-feira há condição de pancadas de chuva na madrugada e a partir da tarde. No decorrer do dia, variação de nuvens com presença de sol em boa parte do Estado. Temperatura segue alta com sensação de ar abafado.

Alerta para deslizamentos
Mesmo com a previsão de sol, a Defesa Civil mantém o alerta para o risco de deslizamentos de encostas, já que foi grande o volume de chuva nos últimos dias. “O solo ainda está muito encharcado. Com a permanência do tempo mais seco é que vamos extinguindo este alerta. Pedimos para que a população fique atenta a qualquer situação que represente perigo, principalmente as que residem em áreas de risco e qualquer problema entrem em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199”, informou o secretário-adjunto da Defesa Civil do Estado, Fabiano de Souza.

Ocorrências
Devido às chuvas que atingiram o Estado 21 municípios registraram ocorrências, conforme o último relatório da Defesa Civil, divulgado às 7h desta sexta-feira, 12.

As ocorrências como alagamentos e deslizamentos  registrados nos municípios de Lauro Muller, na região da Serra do Rio do Rastro, Imbituba, Florianópolis, Braço do Norte, São José, São João Batista, Biguaçu, São Francisco do Sul, Penha, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Bombinhas, Navegantes, Taió, Camboriú, Porto Belo, Governador Celso Ramos, Tijucas, Palhoça e Canoinhas. Os dados da Defesa Civil apontam 1.710 desalojados, 155 desabrigados, 3.751 afetados, 937 residências atingidas, dois mortos, um ferido e dois desaparecidos.

>> Em dois dias, já choveu 400 mm em Florianópolis<< 

Maiores acumulados nas últimas 12 horas
(Dados registrados Defesa Civil/SC (12) às 7h17)

Itapoá - 36 mm

Pomerode - 36 mm

Ituporanga - 36 mm

Benedito Novo 32 mm

Itapoá - 29 mm

Barra Velha e Luis Alves 28 mm

Florianópolis - 26 mm

São João do Itaperiú - 26 mm

Joiniville - 25 mm

Timbó e Rio do Campo 23 mm

 Maiores acumulados nas últimas 24 horas

Florianópolis 91 mm

Tijucas - 63 mm

Balneário Piçarras - 58 mm

Jaraguá do Sul e Guaramirim - 56 mm

Balneário  Barra do Sul - 55 mm

Pomerode - 52 mm

Brusque - 51 mm

Rancho Queimado - 50 mm

Anitápolis 48 mm

Ituporanga - 42 mm

Tubarão e Canoinhas - 36 mm

 (Fonte estações da Epagri/Ciram e Cemaden)

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Unochapecó realiza programação especial no Outubro Rosa
Recital de Música lota Teatro Municipal de Chapecó
Festa da comunidade do Jardim do Lago espera 2 mil pessoas
Funcionários do Fórum voltam à sala de aula
Depois das chuvas, sol na região Oeste
Oito municípios registram estragos em função das chuvas
Ação de prevenção ao câncer de mama até no domingo no shopping Chapecó
Pedestre é atropelado por caminhão em Quilombo
Estudantes do Ensino Médio conhecem os cursos da UCEFF
Feiras em escolas de Xanxerê iniciam nesta sexta-feira