Sub-20 da Chape joga pela Copa do Brasil

Time do Oeste catarinense enfrenta o Náutico nesta quinta (20), em Recife (PE), pela segunda fase da competição nacional

Técnico Agnaldo Pereira pede cautela nos primeiros minutos (Rafael Bressan/Chapecoense)

A Chapecoense enfrenta o Náutico nesta quinta-feira (20), às 15h, no Estádio do Arruda, em Recife (PE). O duelo é válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20. O Verdão viajou na terça (18) até Florianópolis, passou a noite na capital catarinense e na manhã desta quarta se dirigiu até Recife. A Chape chega pela primeira vez à esta fase da competição, após eliminar o Internacional com vitória por 2 a 1, na casa do adversário. Já o time pernambucano derrotou o Corinthians por 2 a 0, em Barueri (SP).

>>Confira mais sobre a Chapecoense<<

>>Confira o Blog Resenha Esportiva<<

O confronto promete ser muito equilibrado, já que os clubes desbancaram duas grandes potências nacionais. Segundo o técnico Agnaldo Pereira, a Chapecoense chega confiante e muito determinada para este duelo. A maneira como o time se comportou diante dos gaúchos agradou o comandante. “Chegamos para esta partida com bastante confiança. A equipe demonstrou um bom futebol, bom controle de jogo, trabalhando a bola no campo do adversário”, ressaltou o técnico.

Agnaldo caracteriza o Náutico como uma equipe que joga fechada, com forte marcação e sai com velocidade em contra-ataque. Segundo ele, foi assim que o Timbu chegou à vitória contra os paulistas. Mas, faz a ressalva que talvez o adversário não atue da mesma forma em casa. Por conta disso, o treinador afirma que o time deve ter cautela no início do jogo para estudar melhor o adversário. A partir daí, buscar imprimir seu ritmo para sair de Recife com um resultado favorável.

O último treino ocorreu na manhã de terça, ainda em Chapecó. Provável escalação: Tiepo; Cata, Igor Heinen, Vinícius e Busanello; Ronei, Tharles, Ned e Bruno; Régis e Silvano. A volta será na próxima quarta (26), às 15h, na Arena Condá.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chape vira a chave e tenta reencontrar bom futebol na Copa Sul-Americana
Acreditamos na comissão técnica e no departamento de futebol, diz Maninho
Não é hora de entrar em desespero, diz Mancini
Torcida da Chapecoense protesta na saída dos jogadores da Arena Condá
Chapecoense perde para o Atlético em jogo que envolveu pai e filho
Em encontro familiar, Chape terá 3 mudanças contra o Atlético-MG
Cobrado, técnico Vagner Mancini deve fazer mudanças na Chapecoense
Para blindar grupo da Chape, diretor Rui Costa fala após goleada no Rio
Foi o pior jogo nosso no ano, diz Mancini, técnico da Chapecoense
Chape no Brasileirão 2017: mais goleadas em 9 jogos do que em 3 anos