Tumulto, briga e tiros na Secretaria de Serviços Urbanos de Chapecó

Guarnições da Polícia Militar estão no local prestando atendimento e demais órgãos de segurança pública também já foram informados

- Publicidade -
 

Todos os dias cerca de 60 presos prestam serviços na manutenção e limpeza dos espaços públicos de Chapecó. No início da tarde desta terça-feira (14), por volta das 12 horas, tiros no Pátio da Secretaria de Infraestrutura Urbana, no bairro Bom Pastor, na Rua Marechal Cândido Rondon, geraram tumultos entre os aproximadamente 20 presos que trabalhavam no local.

>> Últimas notícias <<

Segundo a Polícia Militar, um motociclista e um caroneiro que estavam em uma moto preta, entraram no pátio e dispararam cerca de cinco tiros. Um dos presos teria sido atingido por um tiro de raspão na cabeça. Depois dos disparos, a dupla teria fugido do local, onde guarnições realizaram rondas para tentar localizar os suspeitos.

Após os tiros, um tumulto aconteceu entre os presos que começaram a brigar, mas foram contidos. Segundo o secretário de Infraestrutura Urbana, Ivaldo Pizzinatto, os presos normalmente chegam ao local por volta das 7 horas e voltam para a Penitenciária Agrícola de Chapecó por volta das 12h30, horário em que o fato aconteceu.

>> Polícia Civil apreende cocaína e homem é preso em Chapecó <<

Ainda, segundo o secretário, que estava no local no momento em que os disparos aconteceram, quando os autores chegaram ao local, um deles perguntou por um nome e começou a atirar.

A Polícia Militar informou que após os disparos os autores fugiram e deixaram cair um carregador de arma de fogo com munição, o qual foi recolhido pelos Agentes do Departamento de Administração Prisional (DEAP). A Polícia Civil foi acionada e também o Instituto Geral de Perícias (IGP), ambos estiveram no local e fizeram o levantamento do ocorrido.

O carregador foi entregue à Polícia Civil e após o levantamento da polícia e IGP a guarnição prestou apoio ao DEAP e auxiliou na condução dos detentos até a Penitenciária. No pátio onde aconteceu a briga, também foram localizadas buchas de maconha.

O que diz a Prefeitura 

A Prefeitura Municipal de Chapecó emitiu uma nota na tarde desta terça-feira sobre o caso. Confira: 

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura Urbana informa que possuiu um convênio com o Governo do Estado para utilização da mão de obra carcerária na manutenção e limpeza de espaços públicos. Diariamente são aproximadamente 60 homens que auxiliam nos serviços da Secretaria. Com relação ao tumulto registrado no final da manhã desta terça-feira, a Administração informa que nenhum servidor público ficou ferido. As demais informações sobre o ocorrido estão a cargo dos órgãos de segurança pública que investigam o caso.

 

1 COMENTÁRIO(S)

  1. É demorou.pois geralmente os presos tem passado... E o passado nem sempre é esquecido. Mas os realmente querem trabalhar eu acredito que ainda teriam um bom convívio com a sociedade!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é morto a tiros no interior de São José do Cedro
Homem bate na mãe e reage a abordagem policial em Chapecó
Homem é condenado a 77 anos de prisão por abuso sexual em Maravilha
PM apreende 200kg de maconha em Itapiranga
Foragido é preso pela PM em Chapecó
Mãe e filha são detidas após tentar furtar mercado em Chapecó
Homem é preso com 95kg de maconha em Joaçaba
Empresário responsável pelo Loteamento Cadore é preso em Chapecó
Em saída temporária, detento é baleado em Chapecó
Empresário é preso por tráfico e porte ilegal de arma em Chapecó