Venda de Dia das Crianças pode crescer entre 5% e 10% em Chapecó

Em Chapecó, segundo avaliação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) também existe expectativa de melhora em relação ao ano anterior.

- Publicidade -
 
O Dia das Crianças está chegando e para oportunizar horários diferenciados de atendimento aos clientes, facilitando a escolha do presente, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó (CDL) promove neste sábado (13) mais uma edição do Dia “D” com horário livre de atendimento. A data é comemorada na sexta-feira (12), mas o comércio possibilita a opção da compra no sábado para quem não tem disponibilidade durante a semana.

O presidente da CDL Chapecó, Clóvis Afonso Spohr, orienta que as lojas estendam seus horários de acordo com as necessidades de seu público-alvo. “O Dia D serve como um diferencial para os consumidores que não possuem tempo de efetuar suas compras durante a semana. As datas comemorativas, como o Dia das Crianças, são um estímulo a mais”, ressalta Spohr.

Kelen Daiane Andreatto já sabe o que vai comprar para a afilhada Cecília. “Vou dar uma lousa de escrever porque ela gosta de brincar de professora e acredito que esse é um presente que ajudará no desenvolvimento dela tanto em comunicação como em aprendizado”, relata. Segundo ela, não foi preciso efetuar pesquisa de preço para a compra do presente uma vez que a variedade de produtos oferecidos no comércio de Chapecó é grande. “Muito mais importante do que o valor monetário é o sentimental. Essa é uma data que ressalta a inocência da infância e por isso deve ser comemorado principalmente com muito amor”.

Expectativa
As vendas no varejo para o Dia das Crianças devem ser levemente maiores neste ano em Santa Catarina. De acordo com levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), há expectativa de crescimento de até 10% na avaliação de 66,66% dos lojistas entrevistados no Estado. Em Chapecó, segundo avaliação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) também existe expectativa de melhora em relação ao ano anterior.

“Acreditamos que ocorra um crescimento variável entre 5% e 10%, a mesma média estadual. O Dia das Crianças atinge um público segmentado, o infantil, e oferece uma série de opções na hora de presentear. Brinquedos, roupas, calçados e eletroeletrônicos são algumas das opções”, observa o presidente da CDL Chapecó.

O levantamento demonstrou entre os itens que acreditam serem os mais procurados, os brinquedos aparecem com 30,67% da preferência, seguido pelo vestuário com 23,33%. Na opinião de 59,3%, o tíquete médio alcançará R$ 150.

Na avaliação de Ivan Roberto Tauffer, presidente da FCDL/SC, essa projeção positiva se deve principalmente em grande parte ao ciclo de corte de juros, iniciado pelo Banco Central e ao controle da inflação, que permanece dentro da meta. Outro fator determinante é a retomada do ritmo de consumo das famílias.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Noite de vendas do Central Offices Chapecó
Maratona para criação de startups chega a Concórdia
Feira do Transporte encerra nesta sexta-feira em Chapecó
Excesso de chuva prejudica produção de verduras no Oeste
Venda de Dia das Crianças pode crescer entre 5% e 10% em Chapecó
Preço do cesto básico aumenta em Chapecó
Preço médio da gasolina comum sobe R$ 0,22 em 45 dias
BNDES aprova R$ 10 milhões para operações de microcrédito
Índia abre mercado para a carne suína brasileira
Oito dicas para fazer uma transição de carreira