Você sabia que fogos de artifício podem causar danos permanentes à audição?

A perda auditiva induzida por ruído é responsável por 35% dos casos de surdez no país, de acordo com a Sociedade Brasileira de Otologia (SBO)

A contagem regressiva para a virada de ano já começou. A queima de fogos é um dos momentos mais esperados nesta época do ano.

O que pouca gente sabe é que, os sons dos fogos podem contribuir para ou até causar perda auditiva. De acordo com a Sociedade Brasileira de Otologia (SBO) esse tipo de problema, mais conhecido como perda auditiva induzida por ruído (Pair) atinge 35% dos brasileiros.

>> Últimas notícias

O problema é provocado pela exposição por tempo prolongado ao barulho muito alto, que pode acontecer em shows, boates, festas e até mesmo com fones de ouvido. Fayez Bahmad Jr, do Instituto Brasiliense de Otorrinolaringologia (Iborl) explica que é uma doença grave e comum.

"Cerca de 20% da população brasileira é portadora de surdez neurossensorial bilateral, decorrentes de exposição a ruídos intensos", aponta.

Segundo ele, apenas alguns minutos expostos a ruído sonoro superior a 120 dB já são suficientes para gerar perda auditiva irreversível. O especialista complementa que a perda auditiva induzida por ruído pode apresentar alguns sintomas: além da perda auditiva, dificuldade de compreensão de fala, zumbido e intolerância a sons intensos.

"É comum ainda que os afetados pela doença relatem queixas, como cefaleia, tontura e irritabilidade, entre outros", destaca Fayez.

>> LEIA MAIS sobre DI Saúde

De acordo com o otorrinolaringologista, o trauma sonoro pode apresentar dor ou não, mas ao primeiro indício – como zumbido, tontura ou perda auditiva – a orientação é procurar imediatamente um especialista para verificar se a audição foi afetada ou lesionada e, em seguida, proceder com o tratamento adequado.

"Durante as festas de fim de ano, caso a exposição aos fogos ou a sons muito altos seja por muitas horas, é importante prevenir. O uso de protetores auriculares pode fazer toda a diferença. Os acessórios podem ser encontrados facilmente em farmácias", finaliza.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais Médicos: 1,9 mil profissionais começam a atuar em junho
Hemosc recebe cerca de 1,3 mil doadores por mês em Chapecó
Déficit de Atenção e Transtorno Bipolar podem aparecer juntos, revela pesquisa
Caminhar faz bem para corpo e mente
Saiba como cuidar dos pés no inverno
Publicada lei que trata de internação involuntária de usuário de droga
Hospital Regional recebe aparelho de radioterapia em Chapecó
Brasil reduz hábito de fumar em 40% e mantém tendência de queda
Dive alerta para os efeitos nocivos do uso do tabaco
Mais de 2 mil vagas com inscrições abertas para o Mais Médicos