Thiago Freitas
104 ARTIGOS
Jornalista e colunista do Diário do Iguaçu.

Aplicativo de viagens compartilhadas de ônibus está disponível para Chapecó

- Publicidade -
 

O sistema desenvolvido em Santa Catarina, funciona em todo o país e utiliza uma lógica de negócio parecida com a do Uber. A primeira viagem programada de Florianópolis para Chapecó, ocorreu  na última sexta-feira (29). Para usar o 4Bus, e verificar os roterios programados para a região Oeste, por exemplo, basta baixar o aplicativo, disponível na Apple Store (iOS) e no Google Play (Android) https://apps.apple.com/br/app/4bus/id1476990913

Lançado oficialmente no início de novembro, em Florianópolis, o aplicativo 4Bus chega ao mercado para revolucionar o transporte rodoviário nos três estados do Sul, Sudeste e no Nordeste brasileiro. Em Chapecó, a primeira experiência ocorre nesta sexta-feira (29), no trajeto Florianópolis para Chapecó às 21h15min, no valor de R$64,00.

O 4Bus une, por meio da tecnologia, pessoas que queiram se deslocar para um mesmo destino com o conforto e segurança de um ônibus de turismo, mas com a possibilidade de compartilhar os custos da viagem. O projeto é uma iniciativa da Cooperativa de Transporte Rodoviário de Passageiros, Serviços e Tecnologia (Buscoop), que investiu R$20milhões e disponibilizou 2.900 veículos para o transporte de passageiros.
 








O diretor executivo da Buscoop e diretor presidente da 4bus, Nilton Pacheco, destaca que o setor de transporte de passageiros se moderniza por meio de estratégias de negócio inovadoras. “A sociedade atual está voltada a produtos e serviços mais sustentáveis. Não se pode mais obrigar o passageiro a comprar um serviço rodoviário de qualidade inferior. O passageiro quer conforto, segurança e inovação. E é isso que queremos entregar para os nossos usuários. Um transporte seguro, moderno e confortável, por um preço até 60% menor do que os ônibus convencionais, ou seja, mais por menos”. 




COMO FUNCIONA?
 
Para utilizar o serviço, basta fazer o download do aplicativo, criar um cadastro, escolher a viagem e fazer o pagamento, que inclusive pode ser parcelado. O usuário pode escolher a poltrona e comprar lugares individuais ou para grupos.
 
As viagens custam até 60% menos do que nos ônibus convencionais. Por exemplo, o trecho de Florianópolis a Chapecó, sairá a partir de R$ 64, enquanto na rodoviária custa entre R$ 160 e R$ 335. Outro exemplo, é o trecho Florianópolis para São Paulo. Na rodoviária uma viagem para a capital do Sudeste brasileiro, custa entre R$ 160 a R$280 No compartilhamento é possível viajar a partir de R$ 44.
 
O transporte tem todas as regulamentações estipuladas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Todos os veículos são registrados nos órgãos regulamentadores e vistoriados regularmente. Além disso, todos terão telemetria, sistema tecnológico de monitoramento. O que muda é a gestão do sistema operacional, que possibilita oferecer aos usuários um serviço de qualidade com menor valor.








DEIXE SEU COMENTÁRIO