Bruno Pace Dori
380 ARTIGOS
Formado em Comunicação Social pela Unochapecó, Bruno Pace Dori tem mais de 10 anos de experiência na área do jornalismo e assessoria. É editor de Política do Diário do Iguaçu e traz informações que são destaque em Chapecó e Santa Catarina.

Após pronunciamento de Bolsonaro, Moisés afirma que medidas restritivas seguem valendo em SC

- Publicidade -
 

Pelo Instagram, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, reafirmou que as medidas de restrição do convívio social continuam valendo no Estado. A manifestação de Moisés vem após pronunciamento, na noite de terça-feira (24), do presidente da República, Jair Bolsonaro, que disse que as autoridades devem evitar medidas como proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa, fala que vai na contramão da de líderes mundiais.

“A preservação da vida das pessoas é mais importante que tudo. Por isso, reforço: Fique em casa. As medidas de restrição do convívio social continuam valendo. Não coloque em risco a sua vida e a das pessoas que você ama. Sabemos da importância da retomada das atividades produtivas. Mas deve haver equilíbrio entre a saúde das pessoas – que vem em primeiro lugar – e a economia. #FiqueEmCasa”. Foi essa a mensagem postada na rede social pelo governador.

Logo depois, Moisés gravou um vídeo com a seguinte mensagem: “Vamos continuar agindo com responsabilidade, obedecendo critérios técnicos, consolidados na comunidade científica do mundo todo, e tendo a preservação de vidas como objetivo maior”. O governador disse ter ficado “estarrecido” com a fala de Bolsonaro e que é preciso equilibrar as medidas restritivas com a retomada das atividades econômicas, para baixar a curva de contaminação no Estado.

Saiba mais: Carlos Moisés volta a pedir que a população catarinense fique em casa

“Não há sistema nenhum no mundo, sistema de saúde, que tenha conseguido dar resposta. A gente está assistindo nos países mais desenvolvidos, com recursos financeiros e com respostas rápidas, e mesmo assim não conseguiram absorver o grande número de pessoas que entraram nas unidades hospitalares. É preciso baixar a curva, evitar o contágio em massa. Hoje inicia um novo período de quarentena, estamos monitorando diariamente a situação”, afirmou Moisés.

Em coletiva de imprensa realizada no fim da tarde de segunda-feira (23), Moisés anunciou a prorrogação da situação de emergência por mais sete dias no Estado devido à pandemia do novo coronavírus. Assim, as ações restritivas que encerrariam nesta quarta-feira (25) passam a ser válidas até a próxima quarta-feira (1°). Já na coletiva de terça-feira (24), o governador falou na retomada gradativa dos trabalhos de obras de infraestrutura públicas em Santa Catarina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO