Audrey Piccini
1022 ARTIGOS
Audrey Piccini Jornalista formado pela Unochapecó com pós-graduação em Relações Públicas pela Universidade de Passo Fundo (UPF), experiências internacionais na África do Sul e Irlanda e visão particular para analisar o cenário político Chapecoense e Catarinense.

Imagem arranhada no Legislativo de Chapecó

- Publicidade -
 

A noite de sexta-feira foi derradeira para o presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó, Arestide Fidelis (PSB). Ele responde processo, e foi condenado em primeiro grau, a oito anos de prisão por sete tentativas de homicídio - ao ter causado acidentes em maio de 2014 e fugido do local sem prestar socorro as vítimas - e seis meses de prisão por embriagues ao volante. Fidelis saiu do Fórum e foi conduzido para o Presídio Regional de Chapecó onde está preso (até o fechamento da coluna). Com um histórico desses, quem sai com a imagem completamente arranhada é a Casa Legislativa que agora tem o presidente atrás das grades.

Últimas notícias

A defesa de Fidelis corre contra o tempo para tira-lo da cadeia antes que o prazo de 120 dias se esgote – que um vereador pode ficar afastado do mandato sem perder o cargo. Enquanto isso o vice-presidente, Ildo Antonini (DEM), assume o comando da Câmara e o suplente, Carlinho Nogueira (PSD), deve assumir a cadeira. É preciso lembrar que nem todos votaram para eleger Fidelis presidente. A oposição votou contra: Cleber Ceccon (PT), Cleiton Fossá (MDB), Derli Maier (MDB), Jatir Balbinot (PDT), Marcilei Vignatti (PT) e Neuri Mantelli (PRB). Astrit Tozzo e Valmor Scolari, ambos do PSD, se abstiveram.

Sem ataque

Quem elegeu Fidelis e a chapa foram os demais 13 vereadores do governo. Agora, na época, a coluna achou curiosa uma situação que ocorreu em plenário. Nenhum dos vereadores que usaram a palavra na tribuna durante a sessão de eleição, nem mesmo a oposição, fez menção ao processo que Fidelis já respondia da Justiça e que poderia comprometer a imagem do Parlamento e até mesmo dos vereadores, afinal a política fica marcada negativamente com essa condenação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO