Cezar da Luz
170 ARTIGOS
Cezar da Luz é gaúcho de São Gabriel, aquerenciado há 40 anos em Chapecó. Na imprensa é colunista do Diário do Iguaçu/Folha de Chapecó e há 16 anos apresenta o programa Chama Nativa na Rádio Super Condá Am 610. Também é pesquisador e palestrante da história e cultura gaúcha.

Mais um mestre da gaita na Estância do Céu

- Publicidade -
 

Aos 72 anos, o músico Adão Lanes, considerado um verdadeiro mestre da gaita botoneira, morreu nesta quarta-feira (07), na cidade de Santa Maria. Informações dão conta que foi vítima de problemas cardíacos. Indubitavelmente, sua arte musical fica como um grande legado confirmada pela sua marca registrada nos festivais nativistas da Califórnia, Tertúlia, das Barrancas e tantos outros. Fica marcada também a sua arte em sucessos dos maiores grupos musicais do Rio Grande do Sul.

A força do sentimento de tristeza e carinho pela passagem de um grande ser humano, além de um artista talentoso, ficou clara nas inúmeras manifestações em verso e prosa pelas redes sociais, proferidas por seus amigos e colegas de palcos.

Flavio Camargo: “Tem certas horas na vida/ Que mudam nossa conduta/ Nos deixam de alma inquieta/ Pensamento em reculuta/ Pois é triste esse silêncio/ Quando a cordeona se enluta.”José Altair Rodrigues: “Que o Céu de Aldebarã receba o meu amigo Adão Lanes, companheiro antigo, nas margens do velho rio Uruguai. A Barranca Celeste ganha uma cordeonita de botão da melhor qualidade - mas que o conforto e o abraço solidário estejam nos corações da família enlutada, na pessoa do Giuliano, filho e grande parceiro do pai que partiu. Hasta la vista, hermano!”

No próximo domingo faremos nossa homenagem no programa Chama Nativa. Acompanhe pela rádio Super Condá Am 610, das 8h às 9h30. Vá em paz Adão, sua arte fica a musicar a vida dos que seguem seu legado. Muito obrigado Adão Lanes!

DEIXE SEU COMENTÁRIO