Bruno Pace Dori
480 ARTIGOS
Formado em Comunicação Social pela Unochapecó, Bruno Pace Dori tem mais de 10 anos de experiência na área do jornalismo e assessoria. É editor de Política do Diário do Iguaçu e traz informações que são destaque em Chapecó e Santa Catarina.

Memória Chapecó: O pioneirismo de Achylles Tomazelli

- Publicidade -
 

O casal Achylles e Rosalba Tomazelli, no balcão do Hotel Ideal, que ainda existe, na esquina da avenida Getúlio Vargas e a rua Marechal Bormann. Eles chegaram a Chapecó em 1935 e se instalaram na hoje linha Tomazelli, onde Achylles abriu uma madeireira.

Empreendedor, ele construiu o primeiro hotel em alvenaria do município, o Ideal (foto), e o primeiro cinema, o Cine Ideal, ambos em 1946.

Antes disso, em 1940, também foi responsável pela construção da primeira geradora de energia elétrica do município, atrás de onde fica o bairro Saic, próximo do rio Taquaruçu, que forneceu luz para 18 residências. Achylles faleceu em Chapecó em 1953.

O filho primogênito de Achylles e Rosalba Tomazelli, Vergínio, instalou o primeiro poste de luz em Chapecó, na avenida Getúlio Vargas, em 1940. Ele era técnico eletricista e, com 23 anos na época, auxiliou o pai a construir a primeira geradora de energia elétrica em Chapecó.

Outros filhos do casal Achylles e Rosalba – Vitorino, Osmar e Olídio –, deram seguimento ao ramo de entretenimento, com o segundo Cine Ideal (ao lado do hotel, na avenida), em 1957, e o Cine Astral (onde depois foi a Central do Vestuário, hoje chamado de Avenida Shopping), em 1973.

DEIXE SEU COMENTÁRIO