Rodrigo Goulart
1517 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Não dá mais para adiar a reação, Chapecoense!

- Publicidade -
 

A Chapecoense tem força para reagir no Brasileirão? Saberemos neste domingo (18), a partir das 19h. Esta é a última estocada da equipe do Oeste catarinense. Se tropeçar, o caminho para a Série B estará traçado. Alguém pode questionar: “como assim, pois faltarão 23 rodadas para o fim do campeonato?”.

A matemática ainda nos permitirá sonhar com a permanência na elite em caso de mau resultado contra o Avaí, mas acreditar num time que em 15 rodadas vencera dois jogos seria praticamente um devaneio. No momento, faltam 35 para o Verdão alcançar o “número mágico” de 45 pontos. Em uma conta simples, 11 vitórias e dois empates nas próximas 24 rodadas. Que desafio!

O reencontro com a vitória não pode mais ser adiado pela Chape. Repito: se não ganhar do lanterna na Arena Condá, que não venceu ninguém no campeonato, vai superar quem?

Sintonia

A parceria entre time e torcida é uma marca histórica da Chapecoense. O calor da arquibancada fez a diferença várias vezes. O torcedor verde-branco deve se sentir importante, entender o mau momento do time e encher a Arena Condá neste domingo. Tentar motivar os torcedores também faz parte do nosso ofício.

Promoção

Ah! Vale lembrar que tem promoção de ingresso. A entrada na geral custa R$ 20. É só emprestar a carteirinha de um sócio e ir à bilheteria ou aos pontos de venda garantir o bilhete promocional. Se não conseguir, existe ainda a opção de assistir a Chape x Avaí por R$ 20 na ala sul. Então, vamos ao estádio.

Dever

A torcida da Chapecoense tem compromisso marcado neste domingo, mas a responsabilidade maior não é dela. As obrigações recaem sobre a equipe da Chapecoense. O time está devendo futebol ao torcedor. Querem resgatar a confiança do torcedor, jogadores? Lógico que sim, né? Então tratem de ganhar do Avaí.

Daí tchau

Não vindo a vitória sobre o Avaí, além de dar esperança ao adversário no Brasileirão, a Chapecoense assinará o atestado de incompetência. Aí, a diretoria (penso eu) já pode pensar no planejamento para o ano que vem como clube de Série B, tentando, de alguma forma, livrar-se dos altos salários. Reformulação.

Pode piorar

Torcedores foram ao aeroporto protestar contra o time e a direção (principalmente o presidente Maninho). Faixas foram colocadas na Arena Condá. A semana começou pesada. O clima de tensão atingirá nível recorde no Verdão se a vitória não vier domingo. Trate de jogar, Chape. O Avaí vem para o tudo ou nada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO