Rodrigo Goulart
1679 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Nunca é demais lembrar como se prevenir do novo coronavírus

- Publicidade -
 

- Caso o paciente apresente os sintomas da doença, como febre, tosse, falta de ar, dores musculares e de cabeça, deve procurar atendimento em uma unidade básica de saúde. Não procure um hospital. Lá os agentes de saúde farão o devido encaminhamento, se necessário, e darão as orientações em relação ao tratamento.

- Em caso de dúvidas sobre onde procurar ajuda, as pessoas devem ligar para o número 136, do Disque Saúde, disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

- Somente serão transferidos para UPAs ou hospitais pacientes em estado mais grave. Os sintomas do novo coronavírus são semelhantes aos de gripe, e a recomendação para quem não tiver o caso agravado é que fique em isolamento e monitoramento em casa.

- Idosos e pessoas com doenças crônicas evitem ir a eventos fechados e a locais com aglomeração.

- Evite viajar se estiver com febre ou tosse.

- Evite contato com pessoas que estiverem visivelmente doentes, principalmente com sintomas respiratórios (tosse ou coriza).

- Higienize as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool gel.

- Evite tocar os olhos, nariz e boca.

- Pratique a etiqueta da tosse: ao tossir e espirrar, cubra a boca com lenço descartável ou antebraço. Descarte o lenço imediatamente.

- Se você ficar doente durante uma viagem, procurar imediatamente a tripulação ou equipe médica de bordo.

- Na viagem, evite a ingestão de alimentos de procedência duvidosa ou inadequadamente preparados.

- Evite o contato com animais silvestres ou animais doentes.

- Evite que crianças e adolescentes com menos de 14 anos mantenham contato prolongado com pessoas com mais de 65 anos.

- Evite a circulação em locais com grande aglomeração de pessoas, inclusive praias, lagos e lagoas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO