Cezar da Luz
160 ARTIGOS
Cezar da Luz é gaúcho de São Gabriel, aquerenciado há 40 anos em Chapecó. Na imprensa é colunista do Diário do Iguaçu/Folha de Chapecó e há 16 anos apresenta o programa Chama Nativa na Rádio Super Condá Am 610. Também é pesquisador e palestrante da história e cultura gaúcha.

Pelos Galpões: Confira imagens da festa macanuda no Galpão Barrajão

- Publicidade -
 

Nesta doce sina de andejar pelos galpões cumprindo o ofício de xiru das falas (mestre de cerimonias) e de colunista, no sábado (06), participei da festa de aniversário de quatro índios velhos identificados com a nossa cultura gaúcha. Os aniversariantes Zelindo Decui (Zeca Motel) Amilton Decui, Amarildo Decui e Lenoires da Silva (leno).

O sábado foi de frio intenso, mas o calor humano não faltou. O carinho aos aniversariantes reuniu cerca de 200 pessoas da região oeste no Galpão Barrajão, as margens do Rio Uruguai em Caxambu do Sul.

O gosto pela cultura gaúcha foi demonstrado por alguns que foram pilchaditos no más e pelas atrações musicais contratadas. O grande cantor e gaiteiro Sidney Almeida e Xiru Pompeu formaram dupla mostrando talento. Somaram-se as atrações o Grupo Sul Fandangaço e João Kuiudo.

Ivan Muller, um dos Patrões do Galpão Barrajão, destacando-se pela hospitalidade, agradeceu a presença de todos desejando saúde e felicidade aos aniversariantes. (Confira imagens no final do texto)

As origens das comemorações de aniversário

Contam que esta história de comemorar aniversário iniciou há uma boa tropilha de anos. Lá para as bandas do Egito e da Grécia, era destinada somente aos Faraós e Deuses. Mais tarde, romanos celebravam aniversários de imperadores, senadores e outros xirus de grande destaque. Lá pelo século IV, as comemorações se estenderam a xiruzada mais comum.

Na Idade Média, com a crença da existência de espíritos bons e maus e de que nesta data o aniversariante ficava mais fragilizado, as comemorações tinham a intenção de proteger o aniversariante, com a presença da parentada e amigos. “Puzintão vivente”, como diria um amigo, mais ou menos que nem agora – o que se deseja é a saúde e a felicidade dos aniversariantes. (Confira imagens)



DEIXE SEU COMENTÁRIO