Ivan Carlos Agnoletto
610 ARTIGOS
Ivan Carlos Agnoletto é radialista e colunista esportivo do Diário do Iguaçu. Em 40 anos de atuação na imprensa de Chapecó, Ivan já narrou mais mil partidas da Chapecoense.

Se vencer hoje, não perde o título

- Publicidade -
 

SE VENCER HOJE, NÃO PERDE O TÍTULO

A Chapecoense entra em campo, hoje à noite, em busca do sétimo título estadual. Analisando com a razão, deixando de lado um pouco a paixão, tenho a convicção de que será uma final marcada pelo equilíbrio. Durante o campeonato e na temporada, o Brusque jogou mais futebol. Acontece que a Chape cresceu após a chegada do técnico Umberto Louzer. Hoje, o Verdão equilibrou a situação e tem mais possibilidades que antes de conquistar o título. É preciso fazer o dever de casa. Se ganhar nesta quarta-feira, dificilmente deixará escapar o troféu. Mas, é preciso jogar o futebol, repetir as atuações que teve nos confrontos com o Avaí.

FINAIS SEM PÚBLICO. UMA LÁSTIMA!

Será uma final bem diferente das anteriores. Teremos o grito, o som da torcida, mas em uma Arena vazia. O futebol perde muito de sua graça. Não há mobilização, não há o apoio ou até mesmo a vaia. Faltou, em minha opinião, competência no gerenciamento da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Poderiam sim ter pelo menos liberado parcialmente. Que fossem 10% da capacidade e o ambiente da final seria mais favorável. Mas, vamos ao jogo. A Equipe Nota 10 da Condá FM fará os dois jogos dos estádios. Prepare seu coração, torcedor!

 LANCES:

*Em casa, a Chape é forte.

*Precisa jogar para frente, buscar o gol, ou os gols, desde o início da partida.

*Sempre é bom lembrar. Vale o saldo de gols. Não o qualificado.

*Previsão de dois belos jogos de futebol.

*Será o confronto do melhor futebol do campeonato com a evolução e crescimento de um time de Série B.

*Chape x Brusque. Façam suas apostas!

DEIXE SEU COMENTÁRIO