Rodrigo Goulart
1481 ARTIGOS
Jornalista da editoria de esporte, Rodrigo aborda os lances da rodada e o que acontece no esporte do Estado. Visão crítica e apurada de quem entende do assunto.

Situação de João Ricardo indefinida. Chapecoense volta ao mercado atrás de goleiro

- Publicidade -
 

Como a situação de João Ricardo, flagrado em exame antidoping na Copa do Brasil deste ano, continua indefinida, a diretoria da Chapecoense volta novamente os olhos ao mercado em busca de goleiro, informação que o Diário do Iguaçu trouxe na edição impressa desta sexta-feira (24) do Diário do Iguaçu.

Para a posição, o Verdão conta apenas com Tiepo e Elias. Igor Campos defende a equipe sub-20. João Ricardo está afastado dos treinos desde o início de abril, justamente em função do doping. A Chape ainda não deu detalhes sobre o caso.

O clube do Oeste catarinense já havia tentado goleiros, mas recuou após as boas atuações do jovem Tiepo e pela esperança de João Ricardo retornar em breve. Não há previsão de quando o jogador poderá voltar a atuar. Outro arqueiro do grupo, Vagner operou o joelho e só deverá atuar novamente em 2020.

Luiz, do Criciúma, era um nome que agrada à diretoria verde-branca, mas, em princípio, não deve vir. A direção busca alternativas no mercado para reforçar o quadro de goleiros.

Em relação a empréstimo de jogadores da Chapecoense a outras agremiações, os dirigentes não descartam saídas, mas aguardam propostas oficiais e que julguem interessantes para o atleta e o Verdão.

A Chape quer desinchar o elenco. São 38 jogadores. A ideia é trabalhar com o número entre 30 e 33 atletas. Não se descartam novas contratações no meio do ano. Mas, para chegar gente, é preciso que outros saiam.

DEIXE SEU COMENTÁRIO